Mercado fechará em 1 h 19 min
  • BOVESPA

    101.789,99
    +1.237,55 (+1,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.426,26
    -242,99 (-0,63%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,67
    +0,64 (+1,60%)
     
  • OURO

    1.904,90
    -24,60 (-1,27%)
     
  • BTC-USD

    12.994,50
    +1.937,49 (+17,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,94
    +5,84 (+2,28%)
     
  • S&P500

    3.445,45
    +9,89 (+0,29%)
     
  • DOW JONES

    28.298,66
    +87,84 (+0,31%)
     
  • FTSE

    5.785,65
    +9,15 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.637,75
    -53,50 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5959
    -0,0541 (-0,81%)
     

Poço do Campo de Búzios no pré-sal da Bacia de Santos bate recorde

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil
·1 minuto de leitura

O poço 7-BUZ-10-RJS do Campo de Búzios, localizado na área do pré-sal da Bacia de Santos, registrou recorde em volume produzido de petróleo e gás natural em setembro. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), foram produzidos cerca de 69,6 mil barris de óleo equivalente (boe) por dia, maior volume registrado por um único poço em toda a série histórica.

De acordo com a ANP, no mês passado, a produção nacional dos 273 campos em operação no país atingiu 3,695 milhões de barris de óleo equivalente por dia, sendo 2,907 milhões de barris/dia de petróleo e 125,255 milhões de metros cúbicos de gás natural.

Do total, o estado do Rio de Janeiro participou com 2,922 milhões de boe, dos quais 2,389 milhões de barris/dia foram de petróleo e 84,793 milhões foram de metros cúbicos de gás natural. Com 37 produtores, o Rio de Janeiro lidera o ranking nacional.