Mercado fechado

PMEs europeias em risco de recuperação judicial, diz pesquisa

Lucy Meakin
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Mais da metade das pequenas e médias empresas europeias dizem que correm risco de pedir recuperação judicial em um ano se as receitas não aumentarem, o que destaca a amplitude dos estragos causados pela crise de Covid-19.

Uma em cada cinco empresas na Itália e na França espera entrar com pedido de insolvência em seis meses, de acordo com pesquisa da McKinsey & Co. em agosto com mais de 2,2 mil pequenas e médias empresas nas cinco maiores economias da Europa. Essas empresas são essenciais para a região e respondem por mais de dois terços da força de trabalho e por mais da metade do valor econômico agregado.

A pandemia atingiu duramente empresas europeias: 70% disseram que as receitas caíram. Esse nível foi ainda mais alto na Itália e na Espanha, refletindo a gravidade do coronavírus e restrições para controle da pandemia nesses países.

Há pouco otimismo, pois a grande maioria descreve a economia como fraca. Isso cria preocupações sobre inadimplência de empréstimos e a necessidade de demissões. Governos de todos os países pesquisados anunciaram mais apoio para o mercado de trabalho em esforços para limitar o desemprego em meio à segunda onda de coronavírus.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.