Mercado abrirá em 3 h 31 min
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,50
    +0,68 (+1,07%)
     
  • OURO

    1.836,10
    +12,10 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    50.657,83
    +631,75 (+1,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.400,79
    +12,88 (+0,93%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    7.010,93
    +47,60 (+0,68%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.251,25
    +151,00 (+1,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4254
    +0,0129 (+0,20%)
     

PM realiza operação para prender traficantes de Minas no Centro do Rio

·1 minuto de leitura

RIO - Pelo menos quatro criminosos foram presos na manhã desta quarta-feira durante uma operação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) em parceiria com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar. Os criminosos fazem parte de uma quadrilha que atua em Minas Gerais, e foram encontrados em um hotel no Centro do Rio, próximo ao Morro da Providência.

A ação desta quarta é a continuação da operação deflagrada no último dia 10, no Morro da Providência, que resultou na prisão de Roger Moizinho, o Macarrão, líder de uma facção criminosa que atua em Minas Gerais. Segundo o MP, a quadrilha de traficantes é acusada de cometer mais de 30 homicídios nos últimos 26 meses.

A operação é realizada por agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Rio, a pedido do GAECO da Zona da Mata Mineira, com sede em Juiz de Fora. Participam ainda 25 agentes da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do MPR (CSI) e 50 PMs do Bope.

Os presos foram identificados como Adriel da Silva ('Pezão'), Bruno Ferreira de Souza Matos, Ismael Ramos Campos e Tiago Soares Ananais Fernandes.