Mercado abrirá em 5 h 48 min

PlayStation 5 | Sony luta para manter preço do console o mais baixo possível

Felipe Ribeiro

O ano mal começou e as especulações em torno dos preços dos próximos consoles de Microsoft e Sony seguem a todo vapor. A Bloomberg obteve informações de que a gigante japonesa está lutando fortemente para lançar o PlayStation 5 com um preço acessível. A dificuldade encontrada pela empresa está na escassez de componentes, o que está fazendo com que o valor para produzir uma única unidade fique na casa dos US$ 450.

Para efeito de comparação, o PlayStation 4 tinha custo médio de US$ 381 e foi vendido a US$ 399 no lançamento, em 2013. Se as contas forem certas, a Sony estaria mesmo disposta a lançar o PS5 com algum prejuízo inicial, com preço próximo dos US$ 499, US$ 100 mais caro do que o atual PlayStation 4 Pro. É sempre bom lembrar, contudo, que a empresa é um pouco traumatizada desde o PlayStation 3, que, em sua versão de entrada, custava os mesmos US$ 499.

As empresas costumam vender hardware com margens reduzidas ou mesmo com prejuízo para buscar lucro nos jogos e serviços. O diretor-executivo da Sony, Kenichiro Yoshida, disse que o negócio deve ser julgado pelo número de usuários ativos, não pelo número de unidades de hardware vendidas. Alguns funcionários da Sony pensam que o novo console deve ser vendido com prejuízo, se necessário, para corresponder ao preço da Microsoft, enquanto outros executivos da Sony preferem ganhar dinheiro como a empresa fez com o PS4.

Kit de desenvolvimento do PS5

"Devemos manter a lista de materiais do PlayStation 5 sob nosso controle e precisamos fabricar o número correto de unidades na produção inicial", disse o diretor financeiro da Sony, Hiroki Totoki, em uma entrevista divulgada no início deste mês de fevereiro.

A Sony já confirmou que uma das principais características do PS5 será seu armazenamento em SSD, que é notoriamente caro e suscetível a flutuações na cadeia de suprimentos. A quantidade de armazenamento que a empresa planeja incluir no PS5 terá um grande impacto no preço do dispositivo em geral. Junte isso a uma GPU AMD de próxima geração com suporte de hardware para ray tracing e, presumivelmente, muita RAM.

Por isso, não se espante se o PlayStation 5 chegar ao mercado custando bem mais do que o PS4 na época do lançamento.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: