Mercado fechará em 1 h 51 min
  • BOVESPA

    110.513,92
    +2.026,04 (+1,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.752,76
    +234,46 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,91
    -0,37 (-0,34%)
     
  • OURO

    1.851,60
    +9,50 (+0,52%)
     
  • BTC-USD

    30.084,69
    +166,42 (+0,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    675,22
    +0,35 (+0,05%)
     
  • S&P500

    3.972,19
    +70,83 (+1,82%)
     
  • DOW JONES

    31.896,46
    +634,56 (+2,03%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.996,50
    +155,75 (+1,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1337
    -0,0191 (-0,37%)
     

Play Store vai mostrar quais dados seus são coletados por um aplicativo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Play Store informará exatamente quais dados e informações são coletadas por apps, anunciou o Google nesta terça (26). Numa pegada similar ao que acontece na App Store, da Apple, a dona do Android deixará mais claro o que o usuário precisa conceder para utilizar um aplicativo antes mesmo de baixá-lo.

A seção se chama “Segurança de Dados” e aparecerá direto na página do app, na Play Store. Nela, a plataforma vai expor quais dados o aplicativo precisa que o usuário conceda e para que motivo eles são necessários — se são parte fundamental do programa e se essas informações são compartilhadas ou processadas por terceiros, por exemplo.

A seção Segurança de Dados mostrará tudo que o aplicativo precisa coletar para funcionar (Imagem: Reprodução/Google)
A seção Segurança de Dados mostrará tudo que o aplicativo precisa coletar para funcionar (Imagem: Reprodução/Google)

Nessa área, o criador também pode deixar claro quais mecanismos de segurança asseguram discrição ao usuário, como criptografia de dados em trânsito, ou ferramentas de exclusão de informações. Portanto, de certa forma, a alternativa do Google é mais exigente e robusta do que a contraparte da Maçã.

As exigências de informações de apps que precisam serão destacadas na seção Segurança de Dados são:

  • Informações pessoais;

  • Dados de pagamento;

  • Hábitos de saúde;

  • Mensagens;

  • Fotos e vídeos;

  • Arquivos de áudio;

  • Pastas e documentos pessoais;

  • Calendário;

  • Contatos;

  • Atividade de aplicativos;

  • Histórico de navegação;

  • Performance do app;

  • Detalhes do dispositivo.

Quanto a finalidade, o Google entende como propósito de coleta de dados:

  • Gerenciamento de conta;

  • Marketing e publicidade;

  • Funcionamento do app;

  • Análise;

  • Comunicados;

  • Prevenção de fraudes, segurança e cumprimento de leis;

  • Personalização.

Mais transparência

“A seção Segurança de Dados é apenas uma maneira de garantir a segurança de quem utiliza o sistema Android e do ecossistema como um todo”, pontuou o Google num comunicado à imprensa. A empresa relembra que essa adição complementa a concessão de permissões, recurso nativo do Android que permite controlar o acesso a informações pessoas e outros recursos do celular, como câmera, armazenamento interno e microfone.

De certa forma, a área Segurança de Dados também é um reforço importante para o Painel de Privacidade incluído no Android 12. A seção funciona como um centro de gerenciamento de permissões, colocando ao usuário informações, detalhes e controle sobre o uso de permissões por apps baixados no aparelho.

Desenvolvedores devem agir

Para que as informações sejam devidamente exibidas, desenvolvedores precisam pontuar ao Google o que os aplicativos exigem dos usuários até o dia 20 de junho. Uma vez informado, os mantenedores dos programas precisam notificar o Google sobre qualquer alteração na coleta ou no tratamento de dados para que a descrição na loja seja atualizada.

Quanto aos usuários, nenhuma ação é necessária. A Play Store é atualizada de forma automática junto ao pacote Google Play Services e logo deve apresentar a nova seção em aplicativos que atenderem a nova política.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos