Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.375,25
    -1.185,58 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.728,87
    -597,81 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,20
    +4,75 (+5,37%)
     
  • OURO

    1.701,80
    -19,00 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    19.565,02
    -371,82 (-1,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,50
    -9,53 (-2,09%)
     
  • S&P500

    3.639,66
    -104,86 (-2,80%)
     
  • DOW JONES

    29.296,79
    -630,15 (-2,11%)
     
  • FTSE

    6.991,09
    -6,18 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.096,25
    -445,50 (-3,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0768
    -0,0367 (-0,72%)
     

Play Store vai atrasar publicação de avaliações de apps para evitar manipulação

O Google vai levar 24 horas ou mais para publicar avaliações sobre os aplicativos da Play Store. A medida é uma forma de dar tempo aos algoritmos, aos moderadores e aos desenvolvedores para reagir a possíveis problemas, impedindo uma enxurrada de análises negativas prejudiciais à reputação do app.

Em muitos casos, usuários se reúnem para protestar contra mudanças no seu programa ou jogo favorito. Há também o uso de robôs manipulados por rivais para arruinar a imagem do concorrente. Todas essas práticas agora devem ser analisadas mais de perto pela equipe de moderação da loja do Google.

É bem comum uma atualização trazer um bug que impede a execução do app, mas que pode ser facilmente resolvido pelo desenvolvedor. O problema é que as pessoas mais impacientes correm para negativar a pontuação do software na loja, atitude prejudicial principalmente para os produtores independentes ou pequenas empresas.

Segundo o desenvolvedor Mishaal Rahman, a nova política será bastante flexível quanto ao prazo de publicação: será no mínimo 24 horas, mas o tempo pode ser ainda maior (ou um pouco menor). As notas ficarão invisíveis para o público externo, mas o desenvolvedor e o sistema do Google poderão vê-las.

Combate à manipulação de reviews na Play Store

O Google explica que a mudança ajudará a coibir as "classificações suspeitas", aquelas que parecem ter sido manipuladas por robôs, influenciadores ou compradas com dinheiro. O algoritmo será capaz de identificar com maior precisão essas atitudes e impedir que elas sejam exibidas publicamente.

Muitas vezes, os usuários dão nota ruim para reclamar de problemas pontuais, que podem ser resolvidos pela empresa facilmente (Imagem: Reprodução/Google Play Store)
Muitas vezes, os usuários dão nota ruim para reclamar de problemas pontuais, que podem ser resolvidos pela empresa facilmente (Imagem: Reprodução/Google Play Store)

A dona da Play Store proíbe qualquer tipo de manipulação das avaliações, mas muitas empresas de marketing digital oferecem pacotes com serviços assim. Este seria um golpe nos trapaceiros para tentar livrar a loja virtual de ações artificiais.

Além disso, o efeito manada poderia ser contido com mais eficácia. Muita gente entra em discussões nas redes sociais ou até pelas próprias avaliações da loja, o que acaba respingando nas empresas desenvolvedoras. Sem a possibilidade do bate-boca em tempo real, você perde o viés imediatista e isso afastaria os trolls de plantão.

Resta saber se a nova política do Google ajudará a fazer da Play Store um ambiente mais honesto, mais civilizado, ou se apenas postergará os problemas em um ou dois dias. A gigante das buscas tem feito constantes ajustes nas políticas da loja para aprimorar a experiência de todos. Na semana passada, o marketplace anunciou a proibição de aplicativos de VPN usados "manipular anúncios que podem afetar a monetização de aplicativos".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: