Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,66
    +2,23 (+2,06%)
     
  • OURO

    1.808,30
    +6,80 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    19.798,63
    +476,55 (+2,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.554,00
    -57,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5539
    -0,0048 (-0,09%)
     

Play Store reduz taxa para serviços de streaming e outros apps via assinatura

·2 min de leitura

Para desviar da atenção de órgãos reguladores, o Google anunciou hoje (21) a redução da comissão sobre vendas para mais categorias da Play Store. Todos os aplicativos baseados em assinatura (em geral, plataformas de streaming) agora devem compartilhar apenas 15% dos ganhos sobre novos assinantes com o Google, e plataformas cadastradas no Play Media Experience Program podem reduzir a taxa para até 10%.

Até então, havia duas formas de garantir a taxa reduzida: sendo um pequeno desenvolvedor, com lucros inferiores a US$ 1 milhão ao ano, e em assinaturas mantidas por mais de um ano na plataforma do Google. O modelo é parecido com o da Apple na App Store, mas o Google é significativamente menos restritivo em seu próprio ecossistema, já que programas podem ser baixados por fora da loja nativa.

Mudança faz com que a comissão seja reduzida para 99% dos desenvolvedores presentes na Play Store, segundo o Google (Imagem: Ivo/Canaltech)
Mudança faz com que a comissão seja reduzida para 99% dos desenvolvedores presentes na Play Store, segundo o Google (Imagem: Ivo/Canaltech)

Também diferente da Maçã, o Google permite que plataformas adotem métodos de pagamento pela web há bastante tempo e o caminho é usado por algumas das principais plataformas de streaming da atualidade, como Spotify e Netflix. Foi só recentemente que a Apple soltou um pouco as rédeas sobre os desenvolvedores, em que também liberou a veiculação de links para facilitar pagamento dentro de aplicativos.

Vale ressaltar que nem o Google nem a Apple permitem que desenvolvedores integrem mecanismos de pagamento aos aplicativos — se o fizerem, devem optar pelo recurso nativo, ou estão sujeitas à suspensão da conta e do app na plataforma. Pagar direto pela loja nativa oferece algumas facilidades, como proteção de dados do cartão garantida pela gigante e gerenciamento de assinatura pela Play Store — que agora, com custo reduzido, podem ficar mais interessantes para devs.

O Play Media Experience Program é um projeto que visa encorajar o desenvolvimento de apps multimídia para todo o ecossistema do Google (Imagem: Reprodução/Google)
O Play Media Experience Program é um projeto que visa encorajar o desenvolvimento de apps multimídia para todo o ecossistema do Google (Imagem: Reprodução/Google)

O Play Media Experience Program é uma iniciativa do Google para encorajar o desenvolvimento de aplicativos e serviços para todo o ecossistema da empresa. Para se tornar membro do programa e ter a comissão reduzida, é necessário ter um app principal relacionado a streaming de vídeo, áudio ou livros (não gerados pela comunidade) e ter alta avaliação de usuários na Play Store.

Vale ressaltar que em agosto deste ano a Assembleia Nacional da Coreia do Sul aprovou a chamada “Lei anti-Google”, em que proíbe que desenvolvedores sejam obrigados a usar mecanismos de cobrança do sistema operacional em questão. Ao The Verge, o Google afirmou que acataria a decisão.

Segundo o Google, a mudança começa a valer a partir de hoje (21). Provavelmente, desenvolvedores devem ser notificados pelos canais de comunicação com o Google sobre a taxa reduzida.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos