Mercado fechará em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.191,99 (+1,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,18 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,54
    +1,26 (+1,53%)
     
  • OURO

    1.764,80
    -3,50 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    60.357,08
    -494,04 (-0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.414,77
    +39,55 (+2,88%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +107,57 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +916,96 (+2,67%)
     
  • FTSE

    7.193,42
    -40,61 (-0,56%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.055,50
    -79,00 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3944
    -0,0094 (-0,15%)
     

Plataforma de planejamento financeiro Origin recebe aporte de R$290 milhões

·2 minuto de leitura

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A plataforma de planejamento financeiro Origin anunciou nesta segunda-feira que recebeu aporte de 290 milhões de reais, mostrando o crescente interesse de investidores por negócios que oferecem serviços de bem-estar a empregados de grandes empresas.

Fundada em 2018 pelo brasileiro João de Paula e pelo norte-americano Matthew Watson, e com sede na Califórnia, a Origin tem uma rede de consultores para aconselhar usuários em assuntos que vão de reduzir o endividamento, planos de aposentadoria e investimentos de longo prazo.

Com a rodada, o valor de mercado da empresa passou a ser de mais de 2 bilhões de reais, informou a companhia. Em 2020, a Origin levantou 12 milhões de dólares em uma rodada série A, liderada pelo fundo Felicis Ventures.

O serviço em geral é oferecido a empresas como um benefício para ajudar funcionários a terem uma vida financeira saudável, disse De Paula, cofundador e diretor de tecnologia da Origin.

O argumento da startup é que desajustes financeiros são uma das principais causas de estresse das pessoas, com impacto na produtividade e no próprio desempenho das empresas.

"As empresas estão entendendo que a saúde mental e a vida financeira das pessoas estão umbilicalmente conectadas", disse ele, citando que esse quadro se agravou por causa da pandemia.

Atualmente, a Origin atende clientes de empresas como DocuSign, Udemy, Zynga e Nextdoor.

As empresas contratam o serviço por valor fixo mensal por empregado. De acordo com De Paula, diferente de outras plataformas de assessoria financeira no mercado, a Origin não faz intermediação de venda de produtos e serviços.

"Não compartilhamos as informações dos usuários com ninguém", afirmou o executivo.

A companhia tem cerca de 70 funcionários próprios e dispõe de uma rede de cerca de 250 profissionais terceirizados certificados em finanças, que atendem usuários de Estados Unidos, Canadá, Reinou Unido e Irlanda.

Com o investimento, liderado pelos investidores de risco 01 Advisors, General Catalyst e Lachy Groom, a Origin planeja dobrar a equipe até o fim do ano e acelerar em 2022 seu plano de expansão para países incluindo o Brasil, onde pretende contratar cerca de 60 pessoas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos