Mercado fechará em 3 h 30 min
  • BOVESPA

    129.621,39
    -586,57 (-0,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.961,71
    -67,83 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,72
    +0,84 (+1,19%)
     
  • OURO

    1.856,40
    -9,50 (-0,51%)
     
  • BTC-USD

    40.130,32
    -178,80 (-0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    998,90
    -11,71 (-1,16%)
     
  • S&P500

    4.246,83
    -8,32 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.273,13
    -120,62 (-0,35%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.067,00
    -57,75 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1638
    +0,0323 (+0,53%)
     

Plataforma de pagamentos a prazo ADDI recebe aporte de US$65 mi

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A plataforma latino-americana ADDI, de pagamentos a prazo sem cartão de crédito anunciou nesta quarta-feira que recebeu um aporte de 65 milhões de dólares, cerca de 350 milhões de reais.

O aporte foi liderado pela Union Square Ventures, incluindo os fundos 8VC, Citius Capital, Endeavor Catalyst, The Marathon Fund, e os investidores pessoa física Hans Tung e Huey Lin. Andreessen Horowitz, Foundation Capital, monashees e Quona Capital, que já eram investidores, participaram da nova rodada.

Segundo a ADDI, os recursos serão usados para expansão na Colômbia e no Brasil, onde começou a operar neste ano, em parceria com as plataformas da VTEX, Nuvemshop e WooCommerce.

Fundada em Bogotá em 2018, a ADDI opera parcelamento de compras no comércio eletrônico e em lojas físicas por meio de boleto ou PIX, sem juros.

(Por Aluísio Alves)