Mercado fechará em 6 h 52 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,35
    +0,32 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.916,40
    -13,10 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    12.943,54
    +1.886,53 (+17,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,01
    +16,12 (+6,58%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.786,72
    +10,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.675,00
    -16,25 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6427
    -0,0073 (-0,11%)
     

Plantio de soja em Mato Grosso avança pouco e segue com atraso por falta de chuvas

·1 minuto de leitura
Agricultor checa plantio de soja em Primavera do Leste (MT)
Agricultor checa plantio de soja em Primavera do Leste (MT)

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio de soja 2020/21 em Mato Grosso, maior Estado produtor do Brasil, atingiu 1,70% da área estimada, informou nesta sexta-feira o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), com um avanço fraco no comparativo semanal e atraso em relação a ciclos anteriores devido ao tempo seco.

No ano passado, 6,65% das áreas haviam sido semeadas até o dia 4 de outubro. Comparado aos últimos cinco anos, o atraso é ainda maior, considerada a média de 9,59% para o período.

Na semana anterior, quando a semeadura estava em 0,75% no Estado, o superintendente do Imea, Daniel Latorraca, já havia indicado à Reuters que o cenário era difícil devido à falta de chuvas.

(Por Nayara Figueiredo)