Mercado fechará em 3 h 54 min
  • BOVESPA

    101.557,93
    +298,18 (+0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.417,20
    -290,52 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,54
    -1,31 (-3,29%)
     
  • OURO

    1.906,60
    +1,40 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    13.168,92
    +91,91 (+0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    263,37
    -0,04 (-0,02%)
     
  • S&P500

    3.399,52
    -65,87 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    27.681,79
    -653,78 (-2,31%)
     
  • FTSE

    5.824,75
    -35,53 (-0,61%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.538,00
    -125,50 (-1,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6402
    -0,0237 (-0,36%)
     

Plantio de milho vai a 66% da área no RS, diz Emater; soja atinge 4% em meio à seca

Por Nayara Figueiredo
·2 minutos de leitura
Áreas plantadas com soja (à esquerda) e milho em Cruz Alta, RS
Áreas plantadas com soja (à esquerda) e milho em Cruz Alta, RS

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio de milho 2020/21 no Rio Grande do Sul atingiu 66% da área esperada, informou a Emater-RS nesta quinta-feira, com os trabalhos adiantados em relação a anos anteriores, enquanto a soja tem 4% das lavouras semeadas em meio ao clima seco.

No mesmo intervalo da temporada anterior, o plantio do cereal alcançava 63% das áreas, e na média história para o período o percentual é ainda menor, de 60%, conforme dados apurados pela Gerência de Planejamento da Emater-RS em parceria com a Secretaria de Agricultura do Estado (Seapdr).

No caso da soja, a média de 4% da semeadura está em linha com o histórico dos últimos anos e levemente acima dos 3% registrados em 2019/20. No entanto, os percentuais poderiam estar maiores caso as chuvas já tivessem retornado de maneira estável para as regiões produtoras.

"O tempo seco ocorrido na semana fez produtores reduzirem a implantação de áreas de soja no Estado", disseram os técnicos do Emater em nota.

"Na região de Ijuí, o solo muito seco impediu a continuidade da semeadura. As lavouras implantadas na semana anterior estão com emergência desuniforme. As sementes que não germinaram continuam intactas no solo, sem ataque de pragas ou doenças, necessitando apenas de umidade adequada."

No Brasil, maior produtor e exportador da oleaginosa no mundo, a falta de chuvas fez com que os trabalhos de plantio atingissem o maior atraso dos últimos dez anos.

Precipitações retornaram desde a semana passada, mas ainda de maneira irregular e insuficiente para que as plantadeiras avancem significativamente no país. Para a região Sul, especialistas já chegam a cogitar queda na produtividade do milho caso a seca se estenda.

O arroz, que junto à soja e ao milho também protagonizou preços recordes neste ano, tem 35% das áreas plantadas no maior Estado produtor da cultura, acima dos 34% vistos um ano antes e da média histórica de 30%, informou a Emater-RS.

TRIGO

Com a maior parte das lavouras gaúchas de trigo em estágio de enchimento dos grãos (43%), 18% das áreas do cereal foram colhidas até esta quinta-feira, percentual superior aos 13% registrados nesta época da safra passada e aos 16% da média para o período.

"Na maioria das regiões do Estado, a semana foi caracterizada pela presença de dias com tempo firme, boa radiação solar e temperaturas características de primavera, com amplitudes térmicas diárias significativas que favoreceram o desenvolvimento do trigo."