Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.779,10
    +1,70 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    32.546,83
    +1.246,96 (+3,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    767,68
    -26,65 (-3,36%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.268,00
    +9,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9198
    -0,0555 (-0,93%)
     

Pixel Buds A-Series é nova opção acessível de fones TWS do Google

·2 minuto de leitura

Cerca de um mês após revelar "sem querer" a existência da novidade, o Google oficializou nesta quinta-feira (3) sem alarde o Pixel Buds A-Series, novo fone TWS da marca focado em oferecer uma experiência de áudio de qualidade a preços mais baixos. Curiosamente, o novo Buds é muito similar ao Pixel Buds (2020) em diversos aspectos, sofrendo apenas cortes pontuais em recursos mais premium.

Pixel Buds de qualidade com preço baixo

O novo Pixel Buds A-Series promete manter a qualidade de áudio oferecida pelo irmão mais premium, contando com drivers dinâmicos de 12 mm. No entanto, os cortes começam com a remoção do recurso de redução de ruído do vento, presente no Pixel Buds original. Assim como o modelo antigo, também não há qualquer sistema de cancelamento ativo de ruído.

Em design, os novos fones são basicamente idênticos à versão premium, com duas exceções bem-vindas: o A-Series traz ganchos mais macios e menores, para aprimorar o encaixe e o conforto, além de receber uma nova cor verde oliva, que mantém o exterior da case em branco, enquanto as cápsulas e o interior do estojo trazem a tonalidade esverdeada.

Uma das novidades do novo Pixel Buds A-Series é a opção de cor verde oliva (Imagem: Reprodução/Gizmochina)
Uma das novidades do novo Pixel Buds A-Series é a opção de cor verde oliva (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

A maior parte dos recursos também foi mantida, incluindo os comandos de voz e o controle por toque, com o carregamento sem fio e o gesto para controlar o volume sem acessar o telefone sendo as únicas funções removidas do Pixel Buds A-Series.

A bateria promete autonomia satisfatória de 5 horas de uso contínuo, com mais 24 horas entregues pela case, e há ainda carregamento rápido, que garante 3 horas de uso com 15 minutos de recarga.

No mais, os fones atingem volume mais alto e ganharam maior estabilidade de conexão, contando com Bluetooth 5.0, certificação IPX4 de resistência à água e suor, acelerômetro, sensor infravermelho que detecta quando o usuário insere ou remove as cápsulas das orelhas, além de tecnologio Google Fast Pair, para conexão rápida com celulares Android.

Preço e disponibilidade

O Google Pixel Buds A-Series já está em pré-venda em alguns países, com estreia prevista para 17 de junho e preço sugerido de US$ 99 (cerca de R$ 510, em conversão direta), valor bem abaixo dos US$ 179 (algo em torno de R$ 915) cobrados no lançamento do Pixel Buds (2020). Infelizmente, a novidade não deve chegar ao Brasil, considerando que as gerações anteriores não foram lançadas por aqui.

Google Pixel Buds A-Series: ficha técnica

  • Tamanho do driver: 12 mm

  • Peso: 5,06 g (por cápsula), 42,8 g (case de carregamento)

  • Autonomia: Até 5 horas

  • Tempo adicional fornecido pela case: Até 24 horas

  • Extras: carregamento rápido, controles por toque, certificação IPX4, acelerômetro, sensor infravermelho para detecção de uso, Google Fast Pair

  • Cores: branco e verde oliva

  • Versão do Bluetooth: 5.0

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos