Mercado abrirá em 25 mins
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,53
    +2,04 (+2,94%)
     
  • OURO

    1.782,40
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    51.374,40
    +3.756,47 (+7,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.327,87
    +67,71 (+5,37%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.320,69
    +88,41 (+1,22%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.119,75
    +277,00 (+1,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4128
    -0,0108 (-0,17%)
     

Pixel 6 tem comerciais, ficha técnica e preços vazados pouco antes do lançamento

·5 min de leitura

Marcada para estrear nesta terça-feira (19), em evento às 14h no horário de Brasília, a família Pixel 6 já teve inúmeros detalhes vazados, mostrando ser o maior investimento do Google no mercado de celulares desde o próprio surgimento da linha Pixel. Com design único e Android 12 customizado, os aparelhos contam com o foco no uso de IA e o primeiro chipset para smartphones da companhia, o Google Tensor.

Faltando pouco mais de 24 horas para o anúncio oficial, uma variedade de vazamentos confirmam os últimos detalhes ainda desconhecidos do Pixel 6, incluindo algumas das especificações, imagens das cases oficiais, comerciais com as principais novidades e os preços dos modelos, que confirmam vazamentos passados ao mostrar valores mais acessíveis que o esperado.

Pixel 6 tem ficha técnica completa vazada

O leaker Snoopy, que já havia sugerido que os novos celulares do Google contariam com o maior tempo de suporte do mundo Android, publicou hoje as fichas técnicas completas do Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Ainda que boa parte das configurações já tenham vazado antes, alguns dos aspectos seguiam desconhecidos, como opções de conectividade e dimensões precisas dos dispositivos.

De acordo com as fichas divulgadas, o Pixel 6 Pro traz chipset Google Tensor, acompanhado de 12 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. A tela AMOLED, de 6,7 polegadas, traz resolução de 3120 x 1440 pixels, com densidade de pixels de 512 PPI e taxa de atualização de 120 Hz.

A bateria se mostra um dos maiores upgrades sobre gerações passadas, contando com 5.000 mAh de capacidade, valor respeitável que finalmente coloca um topo de linha do Google em igualdade com outros flagships Android. Ao que se sabe, unindo o tanque maior com as otimizações do Android 12 e o chip Tensor, o Pixel 6 Pro pode entregar até 34 horas de autonomia.

Nas câmeras, o telefone conta com lente frontal de 12 MP, e conjunto triplo de lentes traseiras com sensor principal de 50 MP, ultrawide de 12 MP e telefoto periscópio de 48 MP, com zoom óptico de 4x e super zoom com IA de 20x. Em vídeos, a resolução máxima de gravação será 4K a 60 FPS, sem apostas em 8K como outras fabricantes, ou 1080P a até 240 FPS para câmera lenta.

Ainda segundo o vazamento, o celular premium mede 163,9 x 75,8 x 8,9 mm, sendo um tanto espesso para celulares modernos, e trará 5G mmWave, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2, USB-C 3.1, leitor de digitais sob o display, NFC, dual SIM com eSIM, GPS e certificação IP68 de resistência à água e poeira.

O Pixel 6 compartilha da maior parte das especificações do irmão, com algumas exceções: o aparelho mede apenas 160,4 x 75,1 x 8,2 mm, perde a lente periscópio e oferece tela de 6,4 polegadas, com resolução Full HD+ de 2340 x 1080 pixels, densidade de 403 PPI e taxa de atualização de 90 Hz. Além disso, não há informações sobre a capacidade de bateria, que ainda promete longa duração.

Comerciais mostram mais detalhes dos aparelhos

Snoopy também divulgou os comerciais oficiais da família, que destacam as capacidades oferecidas pelo Google Tensor e sua Tensor Processing Unit (TPU) integrada. O componente, versão miniaturizada das TPUs utilizadas nos servidores da gigante das buscas, é responsável pelo processamento de Inteligência Artificial dos telefones, habilitando recursos únicos.

O primeiro deles é o Magic Eraser, recurso de câmera capaz de apagar elementos indesejados nas fotos. Há ainda o Live Translate, que traduz em tempo real conversas de áudio, mensagens e fotos. Por fim, os vídeos dão ênfase ao novo Security Hub, que utiliza o chip Titan M2 para manter dados dos telefones, da conta Google e outros elementos seguros com criptografia.

O Google também faz questão de destacar que todo o processamento é feito offline, diretamente dos celulares, sem a necessidade de acessar os servidores da companhia.

Novas renders exibem capas de proteção

Logo após divulgar uma série de renders oficiais, o renomado leaker Evan Blass publicou novas imagens trazendo mais detalhes do visual, e mostrando agora as cases oficiais dos novos Pixel. Os acessórios complementam as cores da família, com elementos em verde, cinza e branco, e agora deixam de ser produzidas com tecido. O novo material deve manter a origem reciclada, considerando os esforços da companhia em gerações passadas.

Também é possível perceber como o módulo saltado de câmeras não será nivelado — as capas devem apenas proteger as laterais em metal da região. Fora isso, Blass trouxe novas imagens de Lifestyle, conteúdo promocional que exibe os aparelhos em uso cotidiano. Além de dar uma noção do tamanho real dos dispositivos, o material mostra o motivo do Google ter adotado um design tão diferenciado.

O Pixel 6 deve ser facilmente reconhecido pela faixa de câmeras e as cores únicas, algo com o que a empresa tem se preocupado bastante, considerando o enorme investimento em marketing feito nesta geração.

Preços podem ser mais acessíveis que o esperado

Por fim, o YouTuber Brandon Lee, do canal This is Tech Today, publicou um vazamento dos preços em dólares da linha Pixel 6. Apesar do Google prometer que os aparelhos teriam "preço premium", os valores se mostram mais baixos que o esperado, especialmente em comparação aos smartphones premium que a empresa lançou no passado.

O vazamento é cortesia da varejista Target, e sugere que o Pixel 6 será vendido por US$ 599, cerca de R$ 3.280 em conversão direta, valor extremamente competitivo considerando suas especificações. O Pixel 6 Pro pode custar US$ 898, algo em torno de R$ 4.910, preço bem abaixo de outros concorrentes premium, que costumam ser comercializados por cerca de US$ 999.

Corroborando esses valores, o usuário do Twitter Evan Lei encontrou os mesmos valores em uma unidade física da Target, e os confirmou com um funcionária da loja. Segundo ele, os preços só devem ser lançados no site pouco depois do anúncio oficial, nesta terça.

Paralelo a isso, o leaker Roland Quandt encontrou listagens do Pixel 6 na Amazon do Reino Unido, e confirmou os preços em libras. Como de costume, os valores são mais altos que no restante do mundo, mas ainda mais em conta que outros celulares: o modelo base será vendido por 849 libras (~R$ 6.370), enquanto a variante Pro chega por 949 libras (~R$ 7.120).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos