Mercado fechará em 6 hs
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,20
    +3,02 (+4,56%)
     
  • OURO

    1.788,30
    +11,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    57.100,21
    -783,27 (-1,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.463,71
    +20,93 (+1,45%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.162,63
    +103,18 (+1,46%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.379,25
    +228,75 (+1,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3476
    -0,0224 (-0,35%)
     

Pixel 6 recebe recurso de monitoramento de batimentos cardíacos pela câmera

·2 min de leitura

Os aparelhos da linha Pixel 6 poderão fazer medições de respiração e batimentos cardíacos por meio da câmera do celular. A função já estava disponível por meio do Google Fit desde março para o Pixel 5 mas agora chega em acesso antecipado aos dispositivos mais recentes do Google.

Medição de batimentos cardíacos ocorre com o uso da câmera, mas recurso ainda está em acesso antecipado (Imagem: 9to5Google)
Medição de batimentos cardíacos ocorre com o uso da câmera, mas recurso ainda está em acesso antecipado (Imagem: 9to5Google)

O motivo para o atraso de aproximadamente oito meses pode ter relação com o posicionamento físico da lente traseira e do flash: como eles ficam muito separados entre si, o celular não teria a capacidade de jogar luz suficiente para o software cumprir sua tarefa de reconhecer as "diferenças sutis na cor dos dedos", que é como o aparelho é capaz de medir os batimentos cardíacos. Normalmente, o aplicativo Fit sugere a ativação do flash em ambientes mais escuros, mas a opção não está disponível para o Pixel 6.

De acordo com testes feitos pelo portal 9to5Google, o recurso funciona com um certo nível de acerto em locais claros, e alcança resultados comparáveis com o Pixel 5 e as pulseiras da Fitbit. Porém, em quartos mais escuros, a medição foi imprecisa em cerca de 30 batimentos por minuto, um erro significativo que torna a função pouco confiável. Por outro lado, o monitoramento de ritmo de respiração foi feito de forma satisfatória, segundo o site.

O aplicativo de monitoramento por meio da câmera ainda não recebeu todas as atualizações necessárias, já que o visual das informações exibidas traz um padrão típico da linha Pixel 5, além da aparição de mensagens com referências ao acionamento do flash, ajuste que está desabilitado.

Mensagem de erro faz referência ao acionamento do flash, função que está desabilitada no uso do aplicativo no Pixel 6 (Imagem: 9to5Google)
Mensagem de erro faz referência ao acionamento do flash, função que está desabilitada no uso do aplicativo no Pixel 6 (Imagem: 9to5Google)

O Google alertou que o acompanhamento de batimentos cardíacos e respiração por meio da câmera de smartphones é um recurso que ainda está em fases de desenvolvimento, e por isso não está disponível para utilização em todos os modelos da linha Pixel 6 — entre todas as unidades que pertencem ao 9to5Google, apenas uma delas traz a função. A companhia também afirmou que pode remover o serviço por completo, caso entenda que ele não atingiu os níveis de precisão exigidos pelos desenvolvedores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos