Mercado abrirá em 9 h 25 min
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,69
    -0,80 (-1,22%)
     
  • OURO

    1.867,80
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    40.876,15
    -4.149,10 (-9,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.132,09
    -121,05 (-9,66%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.008,09
    -398,75 (-1,40%)
     
  • NASDAQ

    13.160,75
    -51,25 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4334
    +0,0033 (+0,05%)
     

Pixel 5a: rumor aponta cancelamento pela escassez de chips; Google desmente

Renan da Silva Dores
·3 minuto de leitura

Substituta da saudosa família Nexus, a linha Pixel é a principal vitrine das novas versões do Android. No período que compreendeu o lançamento dos Pixel 3 e 4, a Google apostou em um novo modelo focado no mercado intermediário, o Pixel 3a. A iniciativa teve sucesso e, no ano passado, a gigante das buscas anunciou dois modelos da série a, o Pixel 4a e 4a 5G.

Segundo os rumores, a empresa já estava se preparando para a nova geração do aparelho acessível, prevista para chegar ao mercado em 11 de junho, que poderia manter o design visto no Pixel 5. No entanto, informações divulgadas pelo leaker Jon Prosser e reforçadas por fontes do site Android Central revelam que os planos da Google precisaram ser abandonados. A própria fabricante desmentiu os boatos.

Escassez de chips seria a culpada

As informações apontavam que o Pixel 5a havia sido cancelado em resposta à extrema escassez de chipsets que o mercado global está enfrentando. A Google teria optado por dar prioridade ao Pixel 6 e seu suposto chip proprietário, em vez de complicar sua situação com o lançamento da variante intermediária.

A medida é parecida com o que a Samsung fez no mês passado, confirmando que o Galaxy Note de 2021 seria adiado para 2022. O motivo, novamente, seria a falta de processadores para atender a todas as linhas que a fabricante pretende lançar.

Assim como a Google, a Samsung confirmou o adiamento de seu próximo Galaxy Note para 2022 (Imagem: Divulgação/Samsung)
Assim como a Google, a Samsung confirmou o adiamento de seu próximo Galaxy Note para 2022 (Imagem: Divulgação/Samsung)

A situação é de fato bastante grave e infelizmente não deve ter fim tão cedo, ainda que as fundições e fabricantes estejam realizando grandes investimentos para lidar com o problema.

Um exemplo a ser citado é a Qualcomm, que pode estar prometendo entregar seus chips às fabricantes em prazos de mais de 7 meses, tempo longo demais no mundo da tecnologia. Rumores indicam que a dona da linha Snapdragon teria fechado uma parceria com a TSMC para produção emergencial.

Google confirma lançamento nos EUA e Japão

Em resposta aos rumores, a Google emitiu comunicado aos sites 9to5Google e Android Police garantindo que o Pixel 5a será lançado. A gigante das buscas confirma a estreia do dispositivo nos EUA e Japão, e diz que o anúncio será realizado "alinhado ao período em que o modelo a do ano passado foi introduzido". Em outras palavras, a própria companhia basicamente confirmou seu evento de lançamento para algum momento próximo do mês de agosto.

O Google Pixel 5a pode trazer visual e aspectos vistos no 4a 5G (Imagem: Reprodução/OnLeaks)
O Google Pixel 5a pode trazer visual e aspectos vistos no 4a 5G (Imagem: Reprodução/OnLeaks)

Ao que se sabe, o Pixel 5a deve ser o único lançamento da linha intermediária da Google, trazendo o conjunto duplo de câmeras com lente ultrawide que estreou no Pixel 4a 5G, sem trazer grandes diferenças na tela, que deve continuar a trazer display OLED com 6,2 polegadas, e no design. O aparelho também seria compatível com 5G, mas não há detalhes a respeito do conjunto de processamento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: