Mercado abrirá em 9 h 57 min

Pixel 5 vs Galaxy S20 vs iPhone 11: quem leva a melhor?

Felipe Junqueira
·8 minutos de leitura

O Pixel 5 foi oficializado e atendeu às expectativas ao trazer hardware não tão potente quanto o de seus principais concorrentes já disponíveis no mercado. Mas ainda assim é um ótimo celular e podemos compará-lo com um Galaxy S20 ou iPhone 11, por exemplo, já que outras características do pequeno notável do Google são compatíveis com os rivais.

E é justamente isso o que o Canaltech vai fazer agora: pegamos as fichas técnicas dos três modelos para comparar tudo e entender o que você ganha ou perde escolhendo cada um.

Veja nos próximos parágrafos a comparação entre o modelo mais potente do Google contra os poderosos concorrentes das duas principais fabricantes do ocidente.

Tela

  • Pixel 5: OLED de 6,0 polegadas, resolução Full HD (1080 x 2340 pixels) 90 Hz, HDR10+;

  • Galaxy S20: Dynamic AMOLED 2X de 6,2 polegadas, resolução Quad HD (1440 x 3200 pixels), 120 Hz, HDR10+;

  • iPhone 11: Liquid Retina IPS LCD de 6,1 polegadas, resolução HD (828 x 1792 pixels), 120 Hz de sensibilidade do touch.

Todos os modelos possuem tela de alta qualidade, pois são considerados dispositivos premium por suas fabricantes. Os tamanhos variam pouco entre os três aparelhos, sendo que o Pixel 5 é o menor, seguido pelo iPhone 11, enquanto o Galaxy S20 fecha a lista, sempre com uma diferença de 0,1 polegada de um para o outro.

O Pixel 5 tem uma opção de acabamento verde (Imagem: Divulgação/Google)
O Pixel 5 tem uma opção de acabamento verde (Imagem: Divulgação/Google)

A maior vantagem do Galaxy S20 é a possibilidade de usar a resolução Quad HD, que é 50% maior que a do Pixel 5 e tem quase duas vezes mais pixels que a tela do iPhone 11. Mas é bom ter em mente que o padrão nos modelos da Samsung é o Full HD, e o usuário deve alterar manualmente para ter imagem com maior definição.

Outra diferença do Galaxy S20 são as laterais, levemente curvadas, de modo a mostrar parte do conteúdo nas laterais. Isso garante um celular mais estreito, e melhor de usar com uma só mão, mas pode render alguns toques acidentais, também.

Por fim, o iPhone 11 acaba ficando atrás por ter taxa de atualização de 60 Hz, padrão em todos os celulares até recentemente. A Apple colocou apenas uma taxa sensibilidade ao toque maior, enquanto a Samsung trouxe a frequência de 120 Hz para o S20 — novamente com padrão 60 Hz, devendo o usuário aumentar manualmente. O Pixel 5 repete o antecessor e oferece 90 Hz, que já entrega suavidade maior nas animações da tela.

Processador

  • Pixel 5: Qualcomm Snapdragon 765G 5G (1x 2,4 GHz Kryo 475 Prime + 1x 2,2 GHz Kryo 475 Gold + 6x 1,8 GHz Kryo 475 Silver)

  • Galaxy S20: Exynos 990 (2x 2,73 GHz Mongoose M5 + 2x 2,5 GHz Cortex-A76 + 4x 2,0 GHz Cortex-A55);

  • iPhone 11: Apple A13 Bionic (2x 2,65 GHz Lightning + 4x 1,8 GHz Thunder).

Esse é o ponto em que o Pixel 5 aparentemente fica mais para trás. Mas a verdade é que, para a maior parte dos usuários, o Snapdragon 765G dá para o gasto e até sobra, além de ter eficiência energética um pouco melhor que os processadores mais potentes de S20 e iPhone 11. É uma questão de saber o que você precisa.

É verdade que quanto mais poder de fogo, mais tempo o celular aguenta sem dar problemas de engasgos ou travamentos, mas até mesmo um chipset intermediário premium como o do Pixel 5 é suficiente para dois, talvez até três anos de uso em alto desempenho. A menos que você seja um usuário muito exigente, que joga títulos pesados ou usa o celular para mais do que apenas redes sociais, e-mails e afins, não há razão para preterir o Pixel 5.

Memória RAM e armazenamento

  • Pixel 5: 8 GB de RAM + 128 GB de armazenamento;

  • Galaxy S20: 8 GB de RAM + 128 GB GB;

  • iPhone 11: 4 GB de RAM + 64 GB, 256 GB ou 512 GB.

O Galaxy S20 também tem versões Plus e Ultra (Imagem: Adriano Ponte/Canaltech)
O Galaxy S20 também tem versões Plus e Ultra (Imagem: Adriano Ponte/Canaltech)

A quantidade de memória é a mesma no Pixel 5 e no Galaxy S20, enquanto o iPhone 11 tem menos RAM e pula a quantidade de armazenamento presente nos concorrentes. Quem parece levar vantagem nesse quesito é o modelo da Samsung, pois é o único com espaço para inserir um cartão micro SD e expandir a memória.

Os três modelos têm o suficiente para a maior parte dos usuários e não vão apresentar problemas com RAM, nem mesmo o iPhone 11, beneficiado pelo sistema mais fluido que é o iOS.

Câmeras

  • Pixel 5: traseira dupla: 12 MP f/1.7 + 16 MP f/2.2;
    Frontal de 8 MP f/2.0;

  • Galaxy S20: traseira tripla: 12 MP, f/1.8 + 64 MP f/2.0 + 12 MP, f/2.2;
    Frontal de 10 MP f/2.2;

  • iPhone 11: principal dupla: 12 MP, f/1.8 + 12 MP, f/2.4;
    Frontal de 12 MP f/2.2.

O Google conseguiu conquistar uma parcela de fãs com a linha Pixel ao entregar resultados fotográficos que competem de igual para igual — e podem até superar — os seus principais concorrentes de Samsung, Apple e Huawei. E isso com menos câmeras, visto que o conjunto só se tornou duplo na quarta geração, ano passado.

Observando o ótimo trabalho que a empresa fez com os intermediários Pixel 3a e 4a, dá para dizer que o Pixel 5 consegue, sim, competir em pé de igualdade com os também ótimos S20 e iPhone 11. O modelo do Google só fica devendo uma câmera de zoom, presente no concorrente da Samsung, com aproximação óptica de três vezes.

Mas o Pixel 5 tem modo noturno até para as fotos com fundo desfocado, algo que outras fabricantes ainda não oferecem. O S20 ainda fica à frente na gravação de vídeo, que chega até a resolução 8K, contra o 4K nos outros dois.

Seja como for, é certeza que você consegue ótimas fotos independente de qual dos três escolher.

O iPhone 11 tem várias opções de cores (Imagem: Divulgação/Apple)
O iPhone 11 tem várias opções de cores (Imagem: Divulgação/Apple)

Bateria

  • Pixel 5: 4.080 mAh com carregamento 18 W e wireless (não especificado);

  • Galaxy S20: 4.000 mAh com carregamento de 45 W (25 W adaptador na caixa) e 15 W wireless;

  • iPhone 11: 3.110 mAh com carregamento de 18 W e wireless (não especificado).

A carga de bateria típica é maior no Pixel 5 do que nos concorrentes, apesar de o S20 estar bem próximo. Aqui, talvez você sinta uma vantagem pelo fato de o processador ser um pouco mais fraco e, portanto, consumir menos energia, resultando em um tempo de uso maior.

Todos eles prometem pelo menos um dia longe da tomada, e de fato já vimos que tanto o Galaxy S20 quanto o iPhone 11 conseguem entregar isso para usuários menos exigentes. Resta acompanhar os testes de bateria do Pixel 5 para saber se ele realmente atende à expectativa e consegue chegar ao final do dia com mais carga que os outros dois.

Extras e software

  • Pixel 5: 5G, certificação IP68, Bluetooth 5.0, Gorilla Glass 6, USB-C 3.1, NFC, leitor de digitais traseiro, áudio estéreo, Android 11;

  • Galaxy S20: certificação IP68, Bluetooth 5.0, Gorilla Glass 6, USB-C 3.2, NFC, leitor de digitais sob a tela, áudio estéreo, rádio FM, Android 10, carregamento sem fio reverso;

  • iPhone 11: certificação IP68, Bluetooth 5.0, Gorilla Glass, USB 2.0, NFC, Face ID, áudio estéreo, iOS 14;

Os três smartphones possuem resistência à água e poeira, mas o iPhone 11 se destaca por conseguir ficar até 30 minutos sob profundidade de até dois metros, enquanto os outros dois aguentam o mesmo tempo a 1,5 m. O S20 é o único a oferecer recarga reversa sem fio, mas o Pixel 5 pode recarregar outros dispositivos desde que seja conectado um cabo a ele, coisa que o iPhone não faz.

Os grandes diferenciais do celular do Google em comparação com os rivais topo de linha aqui é o 5G, que o S20 tem lá fora, mas não oferece na versão brasileira, e as atualizações rápidas e frequentes do sistema operacional Android, que o iPhone também consegue entregar com o iOS. A Samsung melhorou bastante seu registro de atualizações, mas ainda demora um pouco para entregar novas versões do sistema a seus usuários.

Pixel 5 vs Galaxy S20 vs iPhone 11: quem leva a melhor?

Pixel 5 pode ser boa opção para a maioria dos usuários (Imagem: Divulgação/Google)
Pixel 5 pode ser boa opção para a maioria dos usuários (Imagem: Divulgação/Google)

Não dá para dizer que um ou outro vale mais a pena, até porque nem sequer há confirmação sobre a venda do Pixel 5 no Brasil. Mas vamos considerar os preços lá fora e as diferenças apontadas nesse texto para responder a outra questão: o celular do Google é muito inferior seus concorrentes?

E a resposta é não. A ideia da Gigante das Buscas foi reduzir custos ao adotar um chipset intermediário, e isso ela conseguiu: seu Pixel 5 tem preço sugerido de US$ 699, mesmo valor cobrado pela Apple no iPhone 11 de 64 GB. O Galaxy S20 já foi lançado por US$ 999, valor bem mais salgado.

Para quem tem a possibilidade de comprar fora do país ou importar, o Pixel 5 é uma opção bem interessante, ainda mais porque oferece conectividade 5G, que a Apple só deve adotar na geração 2020, ainda não anunciada no momento de publicação deste texrto. E aí fica a dúvida: será que a tática do Google vai funcionar, ou o Pixel 5 não vai conseguir atrair o consumidor na hora que o novo iPhone chegar ao mercado? Essa pergunta não tem como responder agora.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: