Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,04 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.753,10
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    47.618,97
    -515,06 (-1,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.503,25
    -14,50 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2021
    +0,0061 (+0,10%)
     

PIX terá limite no valor das transferências noturnas

·2 minuto de leitura
PIX terá limite no valor das transferências noturnas
PIX terá limite no valor das transferências noturnas

O PIX se tornou um dos meios de pagamento mais utilizados em todo o Brasil. No entanto, com a popularidade também aumentaram os riscos de golpes e fraudes no sistema de pagamento instantâneo.

Para evitar problemas, o Banco Central (BC) anunciou nesta sexta-feira (27) que o método terá um limite de até R$ 1 mil para transferências noturnas, entre às 20h e às 6h. A medida também valerá para transferências bancárias entre o mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs.

Imagem mostra logo do Banco Central do Brasil, o Bacen
Para evitar fraudes, PIX terá limite no valor das transferências noturnas. Crédito: Jo Galvao/Shutterstock

“Os mecanismos de segurança presentes no PIX e nos demais meios de pagamento não são capazes de eliminar por completo a exposição de seus usuários a riscos, mas com o trabalho conjunto do Banco Central, das instituições reguladas, das forças de segurança pública e dos próprios usuários, será possível mitigar ainda mais a ocorrência de perdas”, disse o BC em nota.

O Banco Central também informou que os bancos terão um limite mínimo de 24h e máximo de 48h para efetivar um pedido de alteração no limite de transações. O intuito é evitar que usuários solicitem e consigam o aumento de limite imediato, o que pode aumentar o risco.

Com isso, o BC também determina que as instituições financeiras ofereçam a possibilidade para que os clientes alterem os limites de transações para diferentes períodos do dia. Outra medida é a possibilidade de ter contas exclusivas que são autorizadas a receber transferências acima dos valores limite.

Leia também!

O cadastro das contas exclusivas pode ser muito útil para pessoas que tenham mais de uma conta e precisam realizar transações entre elas, o que pode ocorrer em horários fora do convencional.

Outras medidas de segurança

Em possíveis transações fraudes, o PIX poderá perder o quesito instantâneo. O BC anunciou que os bancos poderão reter transferências suspeitas durante um período de 30 minutos durante o dia e 60 minutos durante a noite.

Além disso, contas que tenham indícios de fraudes devem ser reportadas pelas instituições financeiras ao Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT). Com isso, outros bancos poderão consultar a lista e evitar outros golpes.

Transações suspeitas também devem ser obrigatoriamente reportadas as autoridades de segurança pública.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos