Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.519,56
    +270,52 (+0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,25
    -612,45 (-1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,59
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.809,40
    +7,90 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    17.143,73
    -80,60 (-0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    402,11
    -4,14 (-1,02%)
     
  • S&P500

    3.934,38
    -29,13 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    33.476,46
    -305,02 (-0,90%)
     
  • FTSE

    7.476,63
    +4,46 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.553,00
    -92,50 (-0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5268
    +0,0262 (+0,48%)
     

Pix Saque e Pix Troco entram em vigor hoje; entenda o que muda

Pix
Modalidades são opcionais e comércios podem escolher se desejam adotá-las

(Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)

  • Pix Saque e Pix Troco entram em vigor hoje

  • Novidade permite que usuários retirem dinheiro vivo sem ir ao caixa eletrônico

  • Banco Central definiu limites diurnos e noturnos

Duas novas funcionalidades do Pix – o Pix Saque e o Pix Troco – entraram em vigor nesta segunda-feira (29). A novidade permite que os usuários saquem dinheiro vivo em estabelecimentos como padarias, mercados e outros sem a necessidade de ir até um caixa eletrônico.

Leia também:

De olho na segurança dos brasileiros, o Banco Central estabeleceu um limite de R$ 500 para o período diurno e de R$ 100 das 20h às 6h. Cada comércio pode definir limites menores, caso prefira, e cabe a eles decidir pela implementação de ambas as modalidades, apenas uma ou nenhuma.

Como funcionam

O Pix Saque prevê a troca de uma transferência por dinheiro vivo. Ou seja: o cliente faz um Pix para o estabelecimento e este devolve a mesma quantia em dinheiro vivo.

O Pix Troco é bem parecido, com a diferença de que não é o valor cheio que é entregue ao cliente, mas o valor extra transferido. Por exemplo: a pessoa compra um item por R$ 50, mas transfere R$ 100 ao estabelecimento. A atendente do caixa deve, então, devolver os R$ 50 a mais em dinheiro vivo.

Tarifas

De acordo com o Banco Central, as oito primeiras transações são gratuitas a pessoas físicas e microempreendedores individuais. A partir da nona, as instituições financeiras que detém a conta do usuário podem aplicar taxas.

O valor da tarifa varia de acordo com a instituição, mas deve ser informado antes da etapa de confirmação da transação para que o cliente esteja ciente. Além disso, os quatro saques tradicionais que o usuário tem direito a realizar – sem ser pelo Pix Saque ou Pix Troco – podem ser descontados desse pacote de oito mensais.

Para os estabelecimentos, a cobrança de taxas varia de R$ 0,25 a R$ 0,95 por transação.