Mercado fechará em 1 h 25 min
  • BOVESPA

    108.840,17
    +903,06 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.465,25
    -425,34 (-0,84%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,31
    +2,00 (+2,40%)
     
  • OURO

    1.849,70
    +8,00 (+0,43%)
     
  • BTC-USD

    37.210,99
    +2.480,50 (+7,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    845,64
    +25,05 (+3,05%)
     
  • S&P500

    4.327,87
    -82,26 (-1,87%)
     
  • DOW JONES

    34.005,54
    -358,96 (-1,04%)
     
  • FTSE

    7.371,46
    +74,31 (+1,02%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.121,75
    -379,25 (-2,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1676
    -0,0611 (-0,98%)
     

Pix já é usado por 71% dos brasileiros, revela Febraban

·2 min de leitura

O Pix já é usado por 71% dos brasileiros pouco mais de um ano após sua estreia, de acordo com o Radar Febraban, pesquisa feita pela Federação Brasileira de Bancos. Apenas 28% afirmaram não usar o Pix e 1% não souberam ou não responderam. O levantamento ouviu 3.000 pessoas das cinco regiões brasileiras, com cotas de sexo, idade, localidade, e controle de instrução e renda, no período de 19 a 27 de novembro de 2021.

De dezembro de 2020 até agora, a aprovação ao Pix subiu de 76% para 85%. Entre os jovens de 18 a 24 anos, a aprovação é quase total, de 99%. Na faixa de 25 a 44 anos, fica em 96%. Também há entusiasmo entre pessoas com ensino médio (90%), ensino superior (92%) e na faixa de renda de mais de cinco salários mínimos (90%).

Os entrevistados com 60 anos ou mais são os menos interessados na ferramenta, com aprovação de 65% e reprovação de 22%. A validação é menor também em pessoas com escolaridade até o ensino fundamental (53%) e com renda até dois salários mínimos (64%).

Entre os jovens de 18 a 24 anos, a aprovação ao Pix é de 99% (Imagem: Divulgação/Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)
Entre os jovens de 18 a 24 anos, a aprovação ao Pix é de 99% (Imagem: Divulgação/Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

A confiança do público na segurança do serviço é maior quando ele é realizado em bancos tradicionais: 32%, quase o dobro do que no caso das fintechs (18%). Mas o perfil mudou ao longo do ano: em dezembro de 2020, o percentual entre os que confiavam nos Pix dos bancos era bem maior, de 48%. Na mesma época, o das fintechs era de apenas 7%.

Além disso, o público da faixa etária de 18 a 24 anos já confia mais nas fintechs (30%) do que nos bancos (27%) para realizar suas transações Pix. Entre os mais velhos, a situação se inverte: 32% para bancos e 9% para fintechs. Os com mais renda também optam por bancos tradicionais, com preferência de 37%.

Há ainda um terço de entrevistados (32%) que considera que tanto bancos quanto fintechs oferecem um Pix igualmente seguro. Este índice vai a 40% na faixa de 25 a 44 anos, e 41% entre os que têm nível superior.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos