Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.015,53
    -753,20 (-1,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Pix é a 2ª forma de pagamento mais usada à vista

·2 minuto de leitura
Uma das vantagens apontadas é poder evitar contato físico. Foto: Getty Images.
Uma das vantagens apontadas é poder evitar contato físico. Foto: Getty Images.
  • Uma das vantagens apontadas é poder evitar contato físico

  • Dinheiro continua sendo o meio mais utilizado

  • Quase 90% usam Pix para transferências com conhecidos

O Pix já é o segundo meio de pagamento mais utilizado pelo internauta brasileiro, segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Após menos de um ano desde seu lançamento, o Pix só fica atrás do dinheiro, que continua sendo a forma de pagamento mais usada.

A pesquisa apontou que os meios de pagamento são o dinheiro (71%), PIX (70%), cartão de débito (66%) e cartão de crédito (57%).

Já em compras em lojas físicas, a dinâmica parece se inverter. Neste caso, o cartão de débito é o preferido de 32% dos entrevistados. O cartão de crédito vem logo atrás, citado por 30% dos consumidores. Apenas 25% dos consultados preferem usar dinheiro nesta modalidade de compras.

Para 83% dos consultados, o Pix é a melhor forma de pagamento devido à sua rapidez e sua praticidade; 34% dos entrevistados afirmaram preferir o Pix pois assim podem evitar ou diminuir o contato físico com máquinas e/ou pessoas. Quase 90% disseram utilizar este meio de pagamento para fazer ou receber transferências de saldos para amigos e parentes.

Para compras em e-commerce, mais da metade dos entrevistados dizem preferir usar cartão de crédito. Por outro lado, 32% costumam priorizar o dinheiro em pagamentos de compras online.

Entre os gastos mais mencionados, estão pagamento de serviços (40%), compras pela internet (26%), compras de alimentos (18%), restaurantes (17%) e consultas médicas (12%).

A pesquisa foi realizada entre 30 junho e 7 de julho de 2021. Nela foram entrevistados 800 residentes de capitais brasileiras, com idade maior ou igual a 18 anos.

As informações são do G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos