Mercado fechará em 3 h 22 min

Pix bate recorde ao movimentar R$ 53 bilhões em um só dia

Modalidade cresce em popularidade desde o lançamento, em novembro de 2020 (Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)
Modalidade cresce em popularidade desde o lançamento, em novembro de 2020

(Cris Faga/NurPhoto via Getty Images)

  • Pix bate recorde ao fazer 90 milhões de transações em um só dia;

  • Quantia movimentada, de R$ 53,1 bilhões, também é a maior já registrada;

  • Marca histórica foi alcançada na última sexta-feira (5).

O Banco Central registrou, na última sexta-feira (5), um recorde no número de transações feitas com o Pix em um só dia: quase 90 milhões (89.999.414). Na ocasião, mais de R$ 53,1 bilhões foram movimentados, valor que ultrapassa a marca histórica alcançada pelo sistema de pagamentos instantâneos.

O recorde anterior, alcançado em 6 e julho deste ano, listou mais de 76,3 milhões de transações em 24 horas e R$ 45 milhões liquidados. Isso quer dizer que o Pix cresceu 15,1% em número de operações feitas e 15,2% em valores movimentados. O aumento pode ter a ver com o dia de pagamento de diversas empresas no país, já que a última sexta-feira foi o quinto dia útil de agosto.

Popular

Lançado em novembro de 2020, o Pix teve boa aceitação entre os brasileiros e tem se tornado cada vez mais presente no dia a dia. Segundo o Banco Central, houve um aumento de 2% no número de cadastros na plataforma, em comparação ao mês anterior.

Atualmente, são mais de 478 milhões de chaves cadastradas na plataforma. Dessas, 190 milhões são aleatórias e 108 milhões por CPF. Em seguida, aparecem número de celular (100 milhões) e endereço de e-mail (70 milhões).

Nas lojas online, o Pix se tornou o 2º meio de pagamento mais usado, ocupando a posição ao lado do boleto. Cerca de 78% dos e-commerces analisados trabalham com a modalidade, embora especialistas acreditem que há potencial para chegar nos 92%. Por enquanto, o cartão de crédito segue na liderança, presente em 98,3% dos estabelecimentos.