Mercado fechará em 5 h 24 min
  • BOVESPA

    100.668,45
    +1.996,20 (+2,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.819,45
    +77,95 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,05
    +0,43 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.828,30
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    20.696,75
    -748,54 (-3,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    450,75
    -11,05 (-2,39%)
     
  • S&P500

    3.901,41
    -10,33 (-0,26%)
     
  • DOW JONES

    31.447,23
    -53,45 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.248,24
    +39,43 (+0,55%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.035,75
    -104,75 (-0,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5309
    -0,0215 (-0,39%)
     

PIS/Pasep: saque triplo de mais de R$ 3 mil é liberado em junho

Para reaver valores anteriores do PIS/Pasep, é necessário fazer uma solicitação
Para reaver valores anteriores do PIS/Pasep, é necessário fazer uma solicitação (Getty Image)
  • Quem tem dinheiro de dois anos anteriores guardados pode retirar

  • Os valores pagos podem superar os R$ 3 mil

  • Pagamento pode ser feito até dia 29 de dezembro

Trabalhadores que não sacaram os abonos de 2019 e 2020 poderão contar com até três saques do PIS/Pasep. A soma dos benefícios podem superar os R$ 3 mil.

O Ministério do Trabalho e Previdência afirma que cerca de R$ 430 milhões ainda aguardam ser sacados. Podem retirar o dinheiro cidadãos que trabalharam por, ao menos, 30 dias em 2020 com a carteira assinada.

Além de ter trabalhado no ano-base, é necessário que o trabalhador tenha recebido uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos e também precisa estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos.

Outro ponto importante é ter atualizado os dados do seu funcionário na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial). Quem estiver com todos os requisitos, pode pegar o dinheiro até o dia 29 de dezembro.

Para reaver valores anteriores, é necessário fazer uma solicitação. É possível realizar o processo presencialmente, com um documento com foto em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho ou através do e-mail trabalho.uf@economia.gov.br, trocando “uf” a sigla do estado em que o trabalhador reside.

A terceira possibilidade de ter dinheiro para receber é nomeada de " cotas". Tem direito a resgatar os valores quem trabalhou formalmente na iniciativa privada, era servidor público ou militar entre 1971 e 1988. Nessa época, as cotas eram pagas somente uma vez durante toda a vida do trabalhador e quem não sacou o dinheiro ainda está com ele disponível.

Caso queira consultar se tem direito ao abono salarial e o valor exato que receberá, basta baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos