Mercado abrirá em 1 h
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,03
    -0,10 (-0,16%)
     
  • OURO

    1.781,00
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    57.159,56
    +2.475,53 (+4,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.297,40
    -94,31 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +1,42 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    +2,00 (+0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.992,25
    -37,25 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7147
    +0,0286 (+0,43%)
     

Piora da pandemia impulsiona aplicativo de namoro

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As novas medidas de distanciamento social provocadas pela piora na pandemia neste ano impulsionaram o número de usuários nos aplicativos de namoro, repetindo tendência registrada em 2020. Segundo o Inner Circle, cresceu quase 53% o volume de pessoas que usaram o serviço entre os dias 6 e 16 de março na comparação com o período de 24 de fevereiro ao dia 5 deste mês. A quantidade de cadastros aprovados avançou 14% entre os dois períodos. O Tinder resolveu repetir ação que fez no início da pandemia. Durante o mês de abril, os usuários do aplicativo terão de graça uma função chamada Passaporte, para interagir com potenciais parceiros de qualquer país.