Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.080,41
    -1.081,09 (-1,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Piora avaliação do Congresso Nacional, mostra Datafolha

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO. A avalição do trabalho de deputados federais e senadores piorou, de acordo com pesquisa do Datafolha. O total de brasileiros que considera a atuação dos parlamentares ruim ou péssima subiu de 38%, registrado em julho, para 44%. A marca é semelhante à registrada em dezembro de 2019, a pior da atual Legislatura, quando 45% reprovavavam o trabalho do Congresso Nacional.

A pesquisa foi realiza entre os dias 13 e 15 de setembro e ouviu 3.667 entrevistados com mais de 16 anos em 190 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

A queda na avaliação do Congresso ocorre em meio a uma crise institucional provocada por ataques do presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar de evitar ataques diretos ao Legislativo, Bolsonaro tentou aprovar em agosto uma proposta de emenda constitucional (PEC) para instituir o voto impresso nas eleições. A proposta não foi aprovada, mas o presidente mobilizou sua base para pressionar os deputados.

Na pesquisa mais recente, 13% consideram o trabalho de deputados e senadores ótimo ou bom. O índice era 14% em julho, oscilação negativa de um ponto dentro da margem de erro. A atuação do Congresso é considerada regular por 40% dos entrevistados. Eram 43% há dois meses. Não souberam opinar 3%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos