Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.462,65
    +553,07 (+2,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Pior pode ter passado para ações de tecnologia da China

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Raramente houve tanta expectativa em relação a um ponto de inflexão para as ações chinesas.

Os operadores de mercado que reclamaram o ano todo de como as ações do país estavam presas em um estado em que não dava para investir podem finalmente ter conseguindo o que queriam.

Os ADRs da Didi Global dispararam quase 60% antes da abertura dos negócios na segunda-feira em Nova York, depois que o Wall Street Journal informou que os reguladores chineses poderiam encerrar ainda esta semana uma investigação das atividades da empresa que já dura um ano. O Hang Seng Tech Index subiu 4,6% em Hong Kong e fechou em uma máxima de dois meses.

As notícias contribuíram para um tom mais otimista em torno dos ativos chineses. As autoridades em Pequim parecem estar cumprindo promessas feitas em março de apoiar a economia, evitar uma espiral descendente no mercado imobiliário e encerrar o aperto regulatório sobre as empresas de tecnologia.

“Acho que estamos esbarrando no fundo do poço”, disse Chi Lo, estrategista sênior de investimentos na região Ásia-Pacífico da BNP Paribas Asset Management, em entrevista à Bloomberg Television antes da reportagem do Wall Street Journal. “Quando você olha para o maior obstáculo para as ações chinesas – que foi o aperto regulatório no setor de tecnologia – o pior já passou.”

As autoridades tomam medidas mais explicitas para sustentar o crescimento. Só na semana passada, o governo de Xangai liberou a maioria de seus moradores do confinamento, enquanto o ministério das finanças e o banco central da China disseram que avançariam com políticas para compensar os danos à economia.

Uma entidade estatal interveio para resgatar uma incorporadora imobiliária privada, desencadeando uma alta recorde em seus títulos e sinalizando que o apoio do governo poderia ajudar a tirar o setor de sua crise mais severa em anos.

As medidas parecem estar surtindo o efeito desejado. O índice CSI 300 já subiu 10% desde sua mínima de dois anos no final de abril, superando quase todos os índices de referência de outros países monitorados pela Bloomberg.

Os fluxos de capital estrangeiro na semana passada se tornaram entradas líquidas pela primeira vez desde março, enquanto as posições a descoberto mostram que os especuladores estão desfazendo suas apostas baixistas.

Para Du Kejun da Beijing Gelei Asset Management Center, permitir que a Didi aumente sua base de usuários novamente marcaria o início de uma recuperação sustentada das ações chinesas.

“Este provavelmente será o ponto de inflexão – essa medida fala mais alto que palavras”, disse Du.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos