Pimentel: haverá esforço para reduzir preço do gás

Depois de agir para reduzir o custo da energia elétrica para as famílias e empresas, o governo parece que já tem um novo alvo para os próximos meses: o preço do gás. Em duas declarações feitas na manhã desta quarta-feira, em Paris, os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, sinalizaram na capital francesa que o governo parece descontente com o assunto.

Logo pela manhã, Pimentel disse a um grupo de empresários franceses que "o mesmo esforço da energia será usado para reduzir o preço do gás". "Isso exige algumas medidas na Petrobras, mas isso será feito. O próximo passo nessa direção já está planejado", disse durante palestra organizada pelo Movimento de Empresários da França (Medef).

Ao lado do mineiro e presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, o também mineiro Pimentel disse que Minas Gerais poderia ajudar nesse esforço de reduzir o custo do gás no Brasil. "Com certeza, o fato de termos grandes reservas de gás de xisto vai nos ajudar", comentou.

Em entrevista coletiva, o ministro da Fazenda foi na mesma linha do ministro Pimentel: "Temos de encontrar uma solução para reduzir o custo do gás de alguma maneira", disse Mantega.

Carregando...