Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.070,78
    -1.557,25 (-3,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Piloto automático da Tesla está sob investigação nos EUA devido a falha curiosa

·2 minuto de leitura

O Auto Pilot da Tesla é um dos mais avançados recursos de direção na indústria automotiva. Ele é capaz de dirigir o automóvel praticamente sozinho e já foi responsável, inclusive, por evitar acidentes. No entanto, ele não é perfeito. Autoridades dos Estados Unidos abriram investigação para identificar por que essa ferramenta não consegue identificar veículos parados nas estradas, uma falha grave do sistema.

A NHTSA (Administração Nacional de Segurança Rodoviária), órgão responsável pela segurança rodoviária nos Estados Unidos, avisou que todos os Tesla fabricados entre 2014 e 2021 e que estão equipados com o Auto Pilot serão investigados. Segundo a entidade, foram registrados 11 acidentes desde 2018, com 17 feridos e um óbito, sempre com colisões em veículos de emergência estacionados na beira das estradas e em horários com menos luminosidade.

Segundo o manual do Tesla Auto Pilot, ele pode não localizar alguns objetos parados, já que o uso desse recurso é nas vias e durante as viagens. "O controle de cruzeiro pode não detectar todos os objetos e frear ou desacelerar para veículos parados, especialmente em situações quando você está dirigindo a mais de 80 km/h", diz o documento. Essa informação também vale para o sistema da Volvo, que realiza praticamente as mesmas manobras.

Todos os carros da Volvo podem ser equipados com o Auto Pilot (Imagem: Divulgação/Volvo)
Todos os carros da Volvo podem ser equipados com o Auto Pilot (Imagem: Divulgação/Volvo)

É sempre bom lembrar que, por mais avançados que sejam os Auto Pilot da Tesla ou da Volvo, eles não são recursos 100% autônomos. O motorista sempre deve estar atento ao redor do veículo, principalmente em situações de alta velocidade, como fala o manual. Em nossos testes aqui no Canaltech, essas situações são muito evidentes e os próprios automóveis pedem que estejamos com as mãos ao volante no uso dos recursos semiautônomos.

Carros que não dependem de seres humanos para seu funcionamento e que podem atingir o nível 5 de condução autônoma ainda estão em desenvolvimento e devem ser restritos a operações por empresas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos