Mercado fechado

Em partida com três gols anulados pelo VAR, Fortaleza vence a Chapecoense na Arena Condá

·3 min de leitura


Em um jogo com fortes emoções nos minutos finais e três gols anulados pelo VAR, o Fortaleza venceu a Chapecoense por 2 a 1, neste sábado, na Arena Condá, pelo Brasileirão. A Chape segue na lanterna da competição, com apenas 13 pontos, enquanto o Fortaleza soma 45, na terceira posição, empatado em número de pontos com o Flamengo, que joga neste domingo contra o Cuiabá.

Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

PRESSÃO!

O Fortaleza anulou a Chapecoense desde o apito inicial. Apesar de um pouco truncado no início, o Tricolor apareceu já aos 5. Em jogada, a bola sobrou para Henriquez, que chutou para defesa de Keiller.

NA FRENTE!

​Na sequência, o Fortaleza abriu o placar. Bruno Melo recebeu pela esquerda e tentou o cruzamento. A bola, porém, acabou desviando em Matheus Ribeiro. Com isso, mudou a trajetória e enganou Keiller, entrando no canto do gol da Chapecoense.

MAIS UM...

Na sequência, o Fortaleza ampliou a vantagem. Aos 7, David chutou, mas Keiller defendeu. A bola sobrou para Pikachu, que mandou uma bomba para o gol. Contudo, o lance foi anulado por impedimento.

EQUILÍBRIO!

​A partida ficou mais equilibrada, com as duas equipes criando poucas chances de perigo. Assim, aos 20, o Fortaleza apareceu novamente. Dessa vez, Matheus Vargas tentou a finalização, mas foi travado na hora do chute. Enquanto isso, a Chape sequer chegou a criar alguma chance de perigo.

TUDO IGUAL!

Apesar de não ter tido nenhuma finalização, a Chapecoense conseguiu deixar tudo igual. Aos 41, em vacilo da zaga do Fortaleza, Rodriguinho roubou a bola de Benevenuto. Na saída do zagueiro, o atacante marcou o gol de empate da Chape.

UH!

A Chapecoense voltou com tudo. Em busca da virada, a equipe apareceu aos 4. Geuvânio venceu a marcação e chutou para fora da área, fazendo a bola tirar tinta da trave e balançar as redes pelo lado de fora. Na sequência, em bola cruzada dentro da área, Geuvânio tocou de leve, e a bola passou colando na meta de Felipe Alves.

QUASE NA FRENTE NOVAMENTE!

O Fortaleza conseguiu voltar à frente do placar. Aos 31, Pikachu cobrou falta na área, e Bruno Melo desviou de cabeça, marcando para o Fortaleza. A arbitragem anulou o gol por impedimento de Tinga.

CHAPE NA BRIGA!

A Chapecoense não parou a pressão e conseguiu a virada. Aos 42, Kaio Nunes, que tinha acabado de entrar, mandou uma bomba da entrada da área, driblou Pikachu e mandou para o fundo das redes. Contudo, a arbitragem anulou e deu pênalti para Pikachu.

GOL!

Na cobrança, Pikachu mandou para um lado, e o goleiro caiu para o outro. Fortaleza ficou à frente do placar novamente, garantindo mais uma vitória na competição.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense 1 x 2 Fortaleza
Local:
Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data e hora: 16/10/2021 - às 19h (de Brasília)
​Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior (RN)
Assistentes: Vinicius Melo de Lima (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Ribeiro (RN)
​Cartões amarelos: Ignácio e Jordan (Chapecoense); Yago Pikachu (Fortaleza)
Cartões vermelhos: -
Gols: Bruno Melo, aos 5'/1ºT (0-1); Rodrigo Silva, aos 41'/1ºT (1-1); Yago Pikachu, aos 47'/2ºT (1-2)

CHAPECOENSE (Técnico: Pintado)

Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio, Joílson, Jordan e Mancha; Moisés Ribeiro, Denner (Kaio Nunes, aos 39'/2ºT) e Lima (Ronei, aos 0'/2ºT); Mike (Henrique Almeida, aos 25'/2ºT) e Rodrigo Silva (Geuvânio, aos 0'/2ºT).

FORTALEZA (Técnico: Juan Vojvoda)

Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Matheus Jussa; Yago Pikachu, Ronald (Éderson, aos 25'/2ºT), Felipe, Matheus Vergas (Lucas Lima, aos 10'/2ºT) e Bruno Melo (Lucas Crispim, aos 35'/2ºT); Henríquez (Wellington Paulista, aos 25'/2ºT) e David (Romarinho, aos 11'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos