Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.796,60
    -33,10 (-1,81%)
     
  • BTC-USD

    36.716,49
    +202,33 (+0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,93
    -5,57 (-0,68%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.113,75
    -44,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0241
    -0,0823 (-1,35%)
     

‘Pigcasso’, a porca pintora, bate recorde com quadro de R$ 150 mil

·2 min de leitura
Pigcasso
Pigcasso já produziu mais de 400 obras ao longo de seus cinco anos de idade
(REUTERS/Sumaya Hisham)
  • Porca pintora conhecida como 'Pigcasso' bate recorde no mundo da arte

  • Quadro foi vendido por R$ 150 mil 

  • Este é o maior valor já arrecadado em uma obra produzida por um animal

O mundo da arte bateu mais um recorde e, dessa vez, o quadro que encheu os olhos dos expectadores saiu das mãos – ou melhor, das patas – de uma porquinha. Pigcasso, como é chamada, é a responsável pela pintura “Wild and Free” (Livre e Selvagem), vendida por nada menos que 20 mil euros (R$ 150 mil), a mais cara a ser produzida por um animal.

Leia também:

A porca, cujo nome é uma aglutinação das palavras “Pig” (porco, em inglês) e Picasso, um dos maiores nomes da arte, vive na África do Sul e é famosa por suas telas coloridas e abstratas. Esta última, que bateu o recorde até então pertencente ao chimpanzé Congo, que vendeu um quadro por R$ 90 mil em 2005, foi adquirida por um alemão cerca de 72h após ir à venda.

No Instagram, Pigcasso acumula mais de 41 mil seguidores e engana quem acha que ela é nova no ramo da arte. Em março, a porquinha levou para casa R$ 17,9 mil em um quadro que, segundo a interpretação de sua dona, Joanne Lefson, retrata o príncipe Harry. Além dele, o animal também pintou a rainha Elizabeth, tela que lhe rendeu R$ 15,2 mil desembolsados por um comprador de Londres.

Carreira e ativismo

É também na rede social de Pigcasso que Lefson chama a atenção para os “efeitos devastadores da pecuária”, conforme pontua na biografia do Instagram. A mulher é dona da porquinha desde 2016, quando a salvou de um abatedouro apenas um mês após seu nascimento, na Cidade do Cabo.

Foi por acaso que Lefson descobriu o talento do animal para a arte. Sem se dar conta, ela esqueceu alguns pincéis velhos na baia de Pigcasso, que logo demonstrou interesse em usá-los. Ela, então, decidiu incentivar o talento e, aos cinco anos de idade, a porquinha já produziu mais de 400 obras de arte.

De acordo com a dona, todos os valores arrecadados são revertidos para um fundo que mantém o santuário para animais que ela administra na África do Sul.

Com informações do portal O Globo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos