Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,85
    +0,09 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.821,80
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.410,13
    -452,77 (-2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,05
    -9,01 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,17 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.688,00
    +13,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5417
    -0,0024 (-0,04%)
     

PicPay unifica QR Code para pagamentos comuns e Pix

O PicPay lançou um recurso de unificação de QR Codes para possibilitar o pagamento pela plataforma e por Pix de uma só vez. O objetivo é facilitar a vida dos empresários, que não precisarão mais ter duas placas diferentes para receber dinheiro nestas duas modalidades.

Basta apontar a câmera do celular para escanear o código e efetuar o pagamento, inclusive com Pix para outras instituições. A solução também funcionará com o link online de cobrança, portanto pode ser enviado para clientes e parceiros por e-mail ou WhatsApp.

A plaquinha com o QR Code vai permitir pagar por Pix ou PicPay (Imagem: Reprodução/PicPay)
A plaquinha com o QR Code vai permitir pagar por Pix ou PicPay (Imagem: Reprodução/PicPay)

Para usar o QR Code unificado, é necessário ter uma conta pessoa jurídica no PicPay Empresas. Se o consumidor for cliente PicPay, o código abrirá o app no celular dele, caso contrário, será direcionado para o banco de sua preferência para concluir o Pix.

Essa funcionalidade será levada futuramente para usuários pessoas físicas também. Assim, qualquer um poderá gerar um QR Code para aceitar PicPay e Pix ao mesmo tempo, o que pode ajudar trabalhadores informais ou apenas quem deseja fazer uma venda ocasional para outra pessoa.

Dois códigos em apenas um

Além de reduzir a quantidade de códigos QR, a tecnologia vai ampliar o leque de pagamentos aceitos pelos estabelecimentos comerciais. Segundo o PicPay, outra vantagem é a redução de calotes e venda "fiado", porque qualquer pessoa poderá fazer o pagamento na hora.

“Com essa tecnologia, facilitamos a vida do usuário, que não precisa mais de vários códigos, e contribuímos para ampliar ainda mais a aceitação do PicPay em todos os lugares e todos os canais, seja físico ou online”, explica o executivo responsável por Serviços Financeiros PJ no PicPay, Adriano Navarini.

Dados do serviço mostram existir cerca de 1,5 milhão de estabelecimentos comerciais ativos no PicPay. Quase 40% deles (cerca de 600 mil) já usam o aplicativo como forme de pagamento com a plaquinha com o QR Code, enquanto o restante usa o app integrado à maquininhas de cartão.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos