Mercado fechará em 4 h 30 min
  • BOVESPA

    107.695,30
    -1.246,38 (-1,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,48
    -1,66 (-1,95%)
     
  • OURO

    1.839,80
    +8,00 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    33.575,27
    -1.990,27 (-5,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    759,74
    +517,06 (+213,07%)
     
  • S&P500

    4.324,88
    -73,06 (-1,66%)
     
  • DOW JONES

    33.799,76
    -465,61 (-1,36%)
     
  • FTSE

    7.363,44
    -130,69 (-1,74%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.172,25
    -254,25 (-1,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1936
    +0,0036 (+0,06%)
     

PicPay reduzirá para R$ 300 limite de transferências por cartão sem taxas

·1 min de leitura

O PicPay reduzirá o valor máximo para transferências com pagamento por cartão de crédito de R$ 500 para R$ 300 a partir de 5 de janeiro. A informação vem de uma nota de rodapé no site da empresa. A medida refere-se ao limite permitido para realizar a transação sem taxa de conveniência.

Se o valor de uma transferência entre contas PicPay paga com cartão de crédito superar os R$ 300, ela poderá ser concretizada mas com percentual de 3,99% sobre a transação. Esta taxa já existia e não sofreu aumento, mas era aplicada para valores acima de R$ 500.

Fora o limite menor, demais vantagens do Picpay não foram alteradas (Imagem: Divulgação/PicPay)
Fora o limite menor, demais vantagens do Picpay não foram alteradas (Imagem: Divulgação/PicPay)

As demais vantagens da conta também não foram alteradas. Ou seja, o PicPay não cobra taxas para abertura e de manutenção de conta, pagamentos com saldo da carteira e inclusão de dinheiro por boleto bancário ou por transferência bancária. Já os serviços abaixo são cobrados:

  • Saques: R$ 6,90 cada;

  • Adicionar dinheiro com cartão de débito: 1,99% por transação;

  • Pagamentos de boletos de luz, saneamento, gás e impostos com saldo adicionado via cartão de crédito: 3,09% por
    transação.

A mudança valerá também para clientes do PicPay Pro, versão do aplicativo para lojistas. Nesta categoria, os recebimentos custam 3,99% por transação, enquanto na conta comum é grátis. Na versão Pro, o PicPay lucra com a taxa sobre cada venda realizada por meio do sistema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos