Mercado abrirá em 4 h 47 min

Picape média da RAM terá plataforma do Wrangler e pode ser feita no Brasil

feedback@motor1.com (Redação)
Fiat deve fabricar a Dodge Dakota na Argentina para competir com Amarok, S10 e Ranger 2010

Modelo terá construção de carroceria sobre chassi e deverá ser irmã da picape Jeep

A RAM quer voltar a competir no segmento das picapes médias e, assim, ter um produto adequado para o mercado global. A marca trabalha em um novo modelo, que é estudado para o Brasil e começa a ganhar suas primeiras informações. Embora a estreia esteja prevista somente para 2020, segundo o site Automotive News, a Fiat-Chrysler já começou a se mexer para a produzir a novidade no complexo da Jeep em Ohio, de onde sairá também a versão picape do Wrangler.

Leia também

Isto dá força para os rumores de que a variante do Wrangler compartilhará sua plataforma com a picape média da RAM, tendo construção de carroceria sobre chassi e capacidade para 1 tonelada de carga. O complexo de Toledo está passando por uma atualização para iniciar a produção da primeira picape da Jeep em décadas, que pode ser batizada como Scrambler. Para manter a capacidade elevada, a fabricante estaria considerando montar as duas (Jeep e RAM) juntas.

Isto já reflete no futuro da picape no Brasil. A Fiat-Chrysler fala sobre vendê-la por aqui, embora ainda sem definir se terá a marca Fiat ou RAM. Como usará a plataforma JL do Wrangler, a FCA terá que mexer em alguma de suas fábricas para poder fabricá-la na região. O complexo pernambucano de Goiana está preparado para montar carros somente com a plataforma Small-Wide, usada nos Jeep Renegade e Compass, e na picape monobloco Fiat Toro. Adicionar a picape e o futuro SUV de 7 lugares da Jeep ajudaria a fábrica chegar a sua capacidade máxima de 250 mil unidades por ano.

Ram Midsized Truck

Ainda não há motorização definida, mas o parentesco com a Scrambler dá dicas de como pode ser sua mecânica. Adotaria o motor V6 3.6 no topo da linha e o 2.0 turbo de quatro cilindros nos modelos de entrada. Se a FCA achar que ficará muito caro, é possível que a picape RAM use o 2.4 TigerShark da Toro como opção flex, importando somente um motor diesel, já que o modelo utilizado pelo Compass e Renegade não teria um desempenho ideal para brigar no segmento das picapes médias.

Fonte: Automotive News