Mercado fechado

PIB de Taiwan tem recuo inesperado no 2º trimestre

Valor
·1 minuto de leitura

Resultado é positivo se comparado a outras regiões, mas coloca em dúvida o sucesso da ilha em conter a pandemia e enfrentar a crise sem entrar em recessão A economia de Taiwan registrou um recuo inesperado no segundo trimestre, após a ilha ser forçada a barrar voos internacionais, o que representou um golpe para o consumo privado. A agência de estatísticas local informou nesta sexta-feira que o PIB recuou 0,73% entre abril e junho, na base anual. Em maio, a previsão era de crescimento de 1,2%. O resultado é positivo se comparado a outras regiões, como Hong Kong, onde a economia recuou 9% no mesmo período, e na Coreia do Sul, que registrou uma contração de 3,3% entre abril e junho. Mas coloca em dúvida o sucesso de Taiwan em conter a pandemia e enfrentar a crise sem entrar em recessão. No primeiro trimestre, a economia de Taiwan foi uma das poucas no mundo a continuar se expandindo, com um crescimento de 1,59%. A expectativa de consenso no mercado era que a tendência se manteria entre abril e junho, segundo o Citi. No entanto, o fechamento das fronteiras afetou o turismo e fez o consumo interno despencar. “A principal razão foi o impacto da pandemia de covid-19, que provocou uma queda de 99,57% na chegada de estrangeiros e um recuo dramático nas exportações de serviços”, disse a Diretoria-Geral de Orçamento e Estatísticas ao divulgar os resultados. Enquanto o consumo doméstico cresceu um pouco mais do que 1% no segundo trimestre, as exportações de serviços recuaram 96%. A queda é mais acentuada que a registrada em Hong Kong, ainda mais dependente do turismo que Taiwan. Usuários usam máscara no metrô de Taipei, em Taiwan AP Photo/Chiang Ying-ying