Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.616,77
    -642,98 (-0,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,64
    -462,08 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,61
    -1,24 (-3,11%)
     
  • OURO

    1.905,80
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    12.944,74
    -205,28 (-1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,03
    -5,38 (-2,04%)
     
  • S&P500

    3.384,41
    -80,98 (-2,34%)
     
  • DOW JONES

    27.542,16
    -793,41 (-2,80%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.458,75
    -204,75 (-1,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6472
    -0,0167 (-0,25%)
     

PIB do Reino Unido despenca quase 20% no 2º tri com impacto da Covid-19

Por David Milliken e William Schomberg
·1 minuto de leitura

Por David Milliken e William Schomberg

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido sofreu um colapso recorde na produção econômica no segundo trimestre de 2020, quando as medidas de isolamento pela Covid-19 estavam em força total, embora o declínio tenha sido menor do que estimado inicialmente.

O Produto Interno Bruto encolheu 19,8% nos três meses até junho, informou a Agência Nacional de Estatísticas, pouco menos do que a estimativa inicial de contração de 20,4% mas ainda mais do que qualquer outra economia avançada.

A queda foi a maior desde que os registros começaram em 1955. Outros dados sugerem que o Reino Unido está a caminho do maior recuo anual desde a década de 1920.

A economia britânica já havia contraído 2,5% no primeiro trimestre, com o país entrando em lockdown no final de março.

A produção se recuperou nos últimos meses, mas a recuperação parece estar perdendo força com o aumento dos casos de coronavírus e projeções de um salto no desemprego.

"As novas restrições pela Covid-19 provavelmente significarão que o PIB vai estagnar no quarto trimestre, deixando a atividade econômica 5,5% aquém dos níveis pré-crise", disse Ruth Gregory, da consultoria Economics.

As famílias pouparam um recorde de 29,1% de sua renda, contra 9,6% no primeiro trimestre, já que não puderam gastar em muitas lojas e restaurantes durante o lockdwon, enquanto a renda foi sustentada por um programa de empregos do governo que acaba no próximo mês.

Na comparação com o ano anterior, o PIB do Reino Unido no segundo trimestre contraiu 21,5%, o mesmo que na Espanha, enquanto a França informou contração de 19%.