Mercado abrirá em 8 h 26 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,39
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.777,60
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    34.824,02
    +2.389,69 (+7,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    838,14
    +51,53 (+6,55%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.210,31
    +327,85 (+1,14%)
     
  • NIKKEI

    29.110,53
    +235,30 (+0,81%)
     
  • NASDAQ

    14.369,25
    +15,00 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8657
    +0,0034 (+0,06%)
     

PIB dos EUA registra crescimento recorde de 33,1% no terceiro trimestre mas impacto da covid persiste

·2 minuto de leitura
A economia dos Estados Unidosse se recuperou no terceiro trimestre com um crescimento do PIB de 33,1%

A economia dos Estados Unidos se recuperou de maneira espetacular no terceiro trimestre, com um crescimento recorde do PIB de 33,1% em projeção anual, mas os dados oficiais estão longe de marcar o fim da crise.

Os números do Departamento de Comércio, que oferecem uma avaliação do crescimento do país a taxa anual - uma medida que assume o resultado em um ano se o crescimento for projetado em 12 meses - foram publicados a apenas cinco dias das eleições presidenciais de 3 de novembro.

O coronavírus provocou mais de 227.000 mortes e deixou milhões de desempregados nos Estados Unidos. 

Depois que a crise induzida pela pandemia varreu a atividade no segundo trimestre, com queda de 31,4% do Produto Interno Bruto, a economia começou a se recuperar. 

Os números espetaculares da recuperação mostram como a atividade e o consumo - motor da economia - foram sustentados, neste período, pelo pacote de estímulo de 3 trilhões de dólares aprovado pelo Congresso. 

Desde então, entretanto, as ajudas foram extintas e democratas e republicanos não conseguiram elaborar um novo pacote que proporcione alívio a empresas e trabalhadores e há poucas expectativas de um acordo no final da legislatura.

- "Uma falsa impressão" -

A consultoria MBA indicou em um comunicado esperar que o ritmo de crescimento desacelere no quarto trimestre e no início do próximo ano, mas acredita que a expansão vai continuar, desde que a atual alta dos casos de covid não resulte em novos confinamentos. 

Para o analista Gregory Daco, da consultoria Oxford Economics, o sólido desempenho do PIB "dá uma falsa impressão sobre o verdadeiro estado da economia" e não permite prever o que acontecerá no quarto trimestre.

A incerteza derrubou os indicadores de Wall Street na quarta-feira, com perdas de mais de 3%, e também arrastou as cotações do petróleo, produto muito sensível às expectativas de atividade e consumo. 

A medição utilizada para este indicador projeta resultados de um trimestre em 12 meses, mas se este período for comparado com o mesmo trimestre de 2019, o PIB registrou uma contração de 2,9%. 

A forma de medir o crescimento nos Estados Unidos dificulta a comparação com os demais países.

Nesta quinta-feira, o Departamento do Trabalho publicou os números sobre os novos pedidos de seguro-desemprego, que caíram pela segunda semana consecutiva a 751.000 solicitações, abaixo das expectativas dos analistas. 

Embora os pedidos de seguro-desemprego tenham caído na comparação com os 6,8 milhões registrados em março, eles ainda são superiores ao registrado no pior período da grande recessão de 2007-2009.

an/gm/cc/fp/cc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos