PIB dos EUA deve crescer 2,5% em 2013, prevê Fishlow

O diretor do Centro para o Estudo do Brasil da Universidade de Columbia, Albert Fishlow, avaliou nesta quinta-feira, durante o 40º encontro da Associação Nacional dos Centros de Pós-graduação em Economia (Anpec), em Ipojuca (PE), que o crescimento da economia norte-americana deve ser de 2,5% em 2013 ante 2012. A previsão média de alta feita por analistas é de 1,9%.

Segundo ele, o crescimento ocorrerá principalmente por conta da retomada dos investimentos no mercado imobiliário, a retomada do consumo e ainda o uso das reservas de gás de xisto do País, "que produz energia a um custo muito baixo".

A única incerteza para que os Estados Unidos atinjam o crescimento previsto por Fishlow é, segundo ele, o chamado abismo fiscal. Ou seja, a prorrogação, ou não, dos US$ 600 bilhões em incentivos, ou 4% do PIB. "Uma solução acontecerá antes do Natal, será presente para o povo", previu Fishlow. "Se tirar toda a incerteza, o investimento nos Estados Unidos começará a crescer.

Fishlow avaliou ainda que os Estados Unidos podem retomar um cenário de crescimento de 2% a 3% na economia por um prazo maior, bem como a taxa de desemprego deve cair mais rápido do que o esperado.

Carregando...