PIB da Coreia do Sul cresce 2%, o menor avanço em 3 anos

Seul, 24 jan (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) da Coreia do Sul se expandiu 2% em 2012, a menor taxa de crescimento em três anos, devido principalmente à crise econômica mundial, apontou o relatório preliminar publicado nesta quinta-feira pelo Banco da Coreia (BOK).

O número representa uma contração de quatro décimos com relação à última previsão do BOK, que em outubro esperava um avanço de 2,4% para o ano passado.

O crescimento de 2% em 2012 também fica notavelmente abaixo dos 3,6% obtidos em 2011 e dos 6,2% de 2010.

No último trimestre do ano passado, o PIB sul-coreano cresceu 0,4% com relação ao anterior, pondo fim a dois trimestres seguidos de contração e superando o aumento de 0,1% registrado no período julho-setembro, o mais baixo do ano.

O banco central sul-coreano congelou em janeiro as taxas de juros em 2,75% pelo terceiro mês consecutivo, embora analistas locais prevejam um possível corte desse indicador no primeiro trimestre a fim de estimular a economia.

Em 25 de fevereiro, assumirá o Executivo a conservadora Park Geun-hye, de quem se espera medidas de estímulo que permitam ao país superar a crise global e a desaceleração econômica interna.

Outro problema é que a moeda local, o won, experimenta uma longa tendência de alta com relação ao dólar e ao iene japonês, o que faz as empresas sul-coreanas perderem competitividade e prejudica suas exportações.

Para 2013, o BOK espera avanço de apenas 2,8% por conta de sua expectativa negativa quanto às exportações - o principal motor de crescimento do país - e ao investimento em instalações. EFE

Carregando...