Mercado fechará em 57 mins
  • BOVESPA

    108.775,99
    +838,88 (+0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.521,34
    -369,25 (-0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,04
    +1,73 (+2,08%)
     
  • OURO

    1.849,20
    +7,50 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    37.229,57
    +1.838,09 (+5,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    845,66
    +25,07 (+3,06%)
     
  • S&P500

    4.321,60
    -88,53 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    33.966,88
    -397,62 (-1,16%)
     
  • FTSE

    7.371,46
    +74,31 (+1,02%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.056,00
    -445,00 (-3,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1685
    -0,0602 (-0,97%)
     

Philips PH1 é anunciado como celular básico com cara de Honor 50

·2 min de leitura

Tem quem não precise, ou queira, um celular de última geração, ou cheio de sofisticação. O mercado de entrada serve para atender esse público, e se destaca mais quem oferece bons preços. Com esta ideia, o Philips PH1 está sendo anunciado. É um smartphone que realmente se sobressai por quanto a fabricante está cobrando.

Com o mesmo visual frontal de inúmeros celulares do mercado, ele traz um design de bom aproveitamento de tela com câmera frontal em notch em formato de gota. O display tem 6,5 polegadas e resolução HD, sem alta taxa de atualização.

O design se sobressai quando olhamos para a parte traseira, com módulo de câmeras que lembra o feito pela Honor nas linhas Honor 50 e Honor 60, com grande pílula para abrirar suas duas câmeras e o flash LED. O painel traseiro tem acabamento brilhante, com o nome da Philips centralizado.

Philips PH1 nas cores cinza, vermelho e azul (Imagem: Reprodução/Tech Androids)
Philips PH1 nas cores cinza, vermelho e azul (Imagem: Reprodução/Tech Androids)

Sobre seu desempenho, é esperado também o básico: o chip é um Unisoc Tiger T310. Ele funciona com 4 GB de memória RAM e 32, 64 ou 128 GB de armazenamento interno.

Já sobre bateria, temos 4.700 mAh — tanque supostamente generoso, mas que pode não ter a melhor autonomia já que o processador tem fabricação em processo de 12 nanômetros, quando a indústria já fala em processos de 3 nm.

Sem sinais de suportar carregamento rápido, o Philips PH1 fecha suas especificações com câmera dupla na traseira. O sensor principal tem 13 MP e outro de 3 MP fornece profundidade de campo para modo retrato. A frontal traz 5 MP.

Sobre conectividade, o usuário tem surpresas boas e ruins: a conectividade USB é USB-C e há porta para fones de ouvido com fio. Porém, não há suporte para Wi-Fi de 5 Ghz, e o Bluetooth é 4.2.

As dimensões do Philips PH1 são de 165,5 x 76,5 x 9,5 mm. Pesando 194 gramas, ele sai de fábrica com uma versão não especificada do Android. Este é um cuidado que o possível comprador deve ter — até porque celulares básicos não figuram com frequência na lista de suporte a médio e longo prazo das fabricantes.

Preço e disponibilidade

Os preços do Philips PH1 começam no equivalente a R$ 444 (em conversão direta hoje, 20/12) e vão até R$ 690 a depender do armazenamento interno escolhido. O celular é comercializado nas cores cinza, azul e vermelho — e já está disponível na China.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos