Mercado fechará em 3 h 29 min

Pfizer eleva previsão de receita de vacina contra Covid-19 para US$34 bi

(Reuters) - A Pfizer elevou nesta terça-feira previsão de vendas anuais de vacina contra Covid-19 de 32 bilhões para 34 bilhões de dólares, por causa da demanda por doses de reforço contra a variante Ômicron, aliviando algumas preocupações dos investidores sobre a demanda.

As ações da farmacêutica norte-americana subiam 4,3%, para 48,55 dólares no pré-mercado. A empresa divulgou lucro de terceiro trimestre que superou estimativas, principalmente devido a vendas da vacina acima do esperado.

As vendas da vacina contra Covid-19 diminuíram dos picos da pandemia devido à baixa demanda pelas vacinas originais, provocando preocupações no mercado sobre os próximos anos.

Em resposta, a Pfizer planeja quadruplicar o preço da vacina, que vende com a parceira alemã BioNTech nos Estados Unidos, assim que o governo norte-americano parar de comprar doses e a empresa passar a atender o mercado privado.

“Nossas franquias voltadas à Covid-19 continuarão sendo geradoras de receita multibilionária no futuro próximo”, disse o presidente-executivo, Albert Bourla.

Enquanto isso, a Pfizer também deverá enfrentar a perda de patentes para alguns medicamentos importantes entre 2025 e 2030.

A empresa se voltou para negócios como a recente aquisição da Global Blood Therapeutics, por 5,4 bilhões de dólares, e a compra da Biohaven, por 11,6 bilhões de dólares, para reforçar sua carteira de produtos.

As vendas da vacina contra Covid-19 no terceiro trimestre chegaram a 4,40 bilhões de dólares, superando as estimativas anteriores de 2,60 bilhões, segundo cinco analistas consultados pela Refinitiv.

No entanto, o faturamento de 7,51 bilhões de dólares do antiviral Paxlovid, não atingiram expectativas de 7,66 bilhões de dólares do mercado.

A Pfizer teve lucro de 1,78 dólares por ação no terceiro trimestre, superando as estimativas de 1,39 dólares do mercado.

Separadamente, a empresa disse que sua vacina experimental contra o vírus sincicial respiratório (RSV, ma sigla em inglês) foi considerada eficaz em um estudo de estágio avançado na prevenção de infecções graves em bebês quando administrada a gestantes.

(Por Manas Mishra)