Mercado fechará em 1 h 4 min
  • BOVESPA

    107.019,68
    +656,58 (+0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.556,77
    -157,83 (-0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,48
    -0,18 (-0,22%)
     
  • OURO

    1.802,60
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    61.069,31
    +2.224,30 (+3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,62
    +61,25 (+4,32%)
     
  • S&P500

    4.587,33
    +35,65 (+0,78%)
     
  • DOW JONES

    35.671,03
    +180,34 (+0,51%)
     
  • FTSE

    7.249,47
    -3,80 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.734,75
    +147,50 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5379
    +0,1132 (+1,76%)
     

Pfizer começa nova rodada para entregar milhões de doses de vacina ao Brasil

·2 minuto de leitura

Nesta noite de terça-feira (28), a farmacêutica norte-americana Pfizer deve iniciar uma nova leva de entregas do imunizante ComiRNAty (Pfizer/BioNTech) contra a covid-19 no Brasil. Inicialmente, mais 1,1 milhão de doses devem chegar e, até o domingo (3), o Ministério da Saúde terá, no total, 10,5 milhões doses da fórmula contra o coronavírus SARS-CoV-2. Nesse período, 9 lotes serão enviados ao país.

Quando as 10,5 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech chegarem ao Brasil, a farmacêutica terá completado o primeiro contrato de 100 milhões de doses firmados com o país para o combate do coronavírus. Além desse, há um segundo contrato que prevê a entrega de outras 100 milhões de doses do imunizante até o final deste ano. O segundo acordo foi assinado no dia 14 de maio.

Até domingo (3), a Pfizer entregará mais de 10 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements)
Até domingo (3), a Pfizer entregará mais de 10 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/FabrikaPhoto/Envato Elements)

Até o momento, foram entregues 89,5 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech, divididas em 88 remessas. Em comum, as entregas partiram de Miami, nos Estados Unidos, e desembarcaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo. Após o desembarque, as doses foram enviadas para o centro de distribuição da Saúde, em Guarulhos.

Atraso nas entregas da vacina contra covid?

De acordo com o primeiro contrato assinado no mês de março de 2021, a farmacêutica deveria completar a entrega das primeiras 100 milhões de doses até o fim do terceiro trimestre. Isso significa que as últimas 10,5 milhões de doses deveriam chegar até o dia 30 de setembro, o que não acontecerá.

Em nota, a Pfizer esclareceu que "pelo fato da última semana de setembro se encerrar numa quinta-feira (dia 30), os últimos lotes previstos para o mês chegarão até o dia 3 de outubro". A empresa ainda completou: "Reafirmamos nosso compromisso com o Brasil para a entrega de 200 milhões de doses da nossa vacina até o final de 2021 conforme cronograma estimado em contrato, que considera 100 milhões de doses entregues até o final do 3º trimestre, e outras 100 milhões durante o 4º trimestre".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos