Mercado fechará em 1 h 46 min
  • BOVESPA

    108.301,75
    +2.005,57 (+1,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.843,78
    -45,88 (-0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,66
    -0,10 (-0,12%)
     
  • OURO

    1.808,70
    +12,40 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    63.301,64
    +2.887,13 (+4,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,48
    +1.270,80 (+523,65%)
     
  • S&P500

    4.571,78
    +26,88 (+0,59%)
     
  • DOW JONES

    35.785,91
    +108,89 (+0,31%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.496,50
    +155,50 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4522
    -0,1286 (-1,95%)
     

Pfizer avança para testes de grandes escala de pílula antiviral contra covid-19

·1 minuto de leitura

A Pfizer anunciou nesta segunda-feira (27) que prosseguirá com testes de maior escala de seu remédio antiviral oral, cujo intuito é a prevenção da covid-19 entre pessoas que foram expostas ao vírus.

“Acreditamos que combater o vírus vai requerer tratamentos efetivos para pessoas que contraírem ou foram expostas a ele, complementando o impacto que as vacinas já têm mostrado”, declarou Mikael Dolsten, diretor científico da companhia.

Expectativa é cortar a replicação do vírus na fase inicial da infecção e prevenir o agravamento da doença (Imagem: Fusion Medical Animation/Unsplash)
Expectativa é cortar a replicação do vírus na fase inicial da infecção e prevenir o agravamento da doença (Imagem: Fusion Medical Animation/Unsplash)

O medicamento da Pfizer será testado com 2.660 adultos, que iniciarão o tratamento imediatamente após tomarem conhecimento da exposição ao vírus. Os voluntários tomarão o medicamento ou o placebo duas vezes ao dia por um período de dez dias. O objetivo é analisar se após duas semanas há algum impacto significativo na infecção e na manifestação dos sintomas.

O fármaco em questão se chama PF-07321332, e ele será ministrado em conjunto com o antiviral ritonavir, originalmente utilizado no combate ao HIV.

A expectativa dos pesquisadores é que o coquetel consiga atuar na inibição da protease. O mecanismo já se mostrou eficaz em dificultar a replicação viral em testes em laboratório; resta saber se funciona tão bem assim em seres humanos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos