Mercado fechado

PF estoura um dos mais avançados laboratórios de notas falsas do Brasil

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Detalhes nos desenho da nota de 200 reais. (Foto: Getty Images)
Detalhes nos desenho da nota de 200 reais. (Foto: Getty Images)

Impressoras, guilhotinas, telas de marcação, tintas de serigrafia, e até folhas com marca d’água e outras simulações de itens de segurança. Mais R$ 500 mil em notas falsas. Esses foram alguns dos equipamentos que a Polícia Federal brasileira encontrou nas instalações de um dos maiores e mais avançados laboratórios de falsificação de cédulas do país, na cidade mineira de Ituiutaba, nesta quarta-feira (30).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Dois homens foram presos em flagrante, atuando no laboratório, e outros dois conseguiram fugir. Os capturados podem pegar até 20 anos de prisão, e serão transferidos para a Cadeia Pública de Tupaciguara, também em Minas.

Leia também

As informações são do portal de notícias UOL.

A polícia estima que o laboratório já tenha produzido mais de R$ 10 milhões em notas falsas, entre elas cédulas de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 100 e até a recém-lançada de R$ 200, do lobo-guará.

Segundo a matéria do UOL, o laboratório havia se especializado na criação de cédulas de alta qualidade, com acabamento fino, para tentar enganar ao máximo, simulando até os itens de segurança das notas oficiais.

Agora, os criminosos serão julgados pelos crimes de falsificação de moeda e formação de quadrilha.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube