Mercado fechado

PF cumpre mandado de reintegração de área ocupada pelo MST desde 2012

Isadora Peron

A área de mais de 1,7 mil hectares estava ocupada em dois municípios da Bahia A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta segunda-feira mandado de reintegração de posse em assentamentos ocupados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) nos municípios de Juazeiro e Casa Nova, na Bahia. A área reintegrada corresponde a mais de 1,7 mil hectares e estava ocupada desde 2012.

A ação ocorre a favor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que venceu uma disputa judicial. A decisão foi expedida pela Justiça Federal de Juazeiro, que também determinou ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) o assentamento das pessoas que ocupavam os lotes.

Segundo informações da PF, o grupo de sem-terra já havia sido avisado há cerca de 30 dias da decisão da Justiça e a desocupação ocorreu de maneira pacífica. Em suas redes sociais, o MST afirmou que pelo menos um integrante do grupo foi baleado durante a reintegração de posse. Eles afirmaram que cerca de 700 famílias foram "despejadas violentamente", com "muito spray de pimenta, muita bomba de fumaça".

Initial plugin text

O movimento afirma que a área estava ocupada "mediante acordo" entre o governo federal, o Incra, a Ouvidoria Agrária, a Codevasf e o Ministério Público.

"Entretanto, com as investidas violentas do atual governo federal contra os movimentos sociais, os acordos estão sendo quebrados e as famílias trabalhadoras sem-terra estão sendo vítimas mais uma vez da truculência do Estado", diz o comunicado.