Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,60
    +0,22 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.772,30
    +1,70 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    55.281,48
    -1.065,52 (-1,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.244,53
    -54,43 (-4,19%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.920,00
    +22,75 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6793
    +0,0036 (+0,05%)
     

PF abre inquérito para investigar Jair Renan, filho 04 do presidente Bolsonaro

·2 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro (R) gestures next to his son Jair Renan Bolsonaro, during the launch of his new party, the Alliance for Brazil, at a hotel in Brasilia on November 21, 2019. - Bolsonaro left the Social Liberal Party after a disagreement with the party president Luciano Bivar. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Presidente Jair Bolsonaro ao lado do filho 04, Jair Renan (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar Jair Renan Bolsonaro, filho 04 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A decisão partiu de um pedido do Ministério Público Federal, depois de uma denúncia de possível tráfico de influência e lavagem de dinheiro. A informação foi revelada pelo jornal Folha de S. Paulo.

A ideia da PF é investigar o filho do presidente da República e atuação da empresa dele junto ao governo federal. A suspeita é que o 04 tenha articulado para abrir portas para empresas privadas atuarem no âmbito público.

A empresa Bolsonaro Jr Eventos e Mídia foi criada em 2020 e a festa de inauguração aconteceu no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Uma produtora que trabalha para o governo federal fez as fotos e vídeos do ingresso sem receber por isso.

Leia também:

A Procuradoria da República do Distrito Federal começou a apurar o caso depois de parlamentares da oposição fazerem uma representação contra Jair Renan. A Procuradoria encaminhou o caso para a Polícia Federal e, agora, o inquérito está na Superintendência do Distrito Federal. Segundo o jornal O Globo, a investigação ainda está em estágio inicial.

Em 2020, Jair Renan ganhou um carro elétrico avaliado em R$ 90 mil de um grupo empresarial da área de mineração e construção. Um mês depois, em outubro, representantes da Gramazini Granitos e Mármores Thomazini, uma das empresas do grupo, conseguiram agendar uma reunião com Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional.

Jair Renan também participou do encontro. Mas, segundo a pasta, a reunião foi marcada após pedido de um assessor especial da Presidência.

O advogado do 04 é Frederick Wassef. Ao jornal O Globo, ele negou que Jair Renan tenha ganhado carro elétrico da empresa.

Outros filhos do presidente Jair Bolsonaro também são alvos de investigação. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por supostos desvios de salário do gabinete quando era deputado estadual, a prática de rachadinha. Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) é investigado pelo mesmo motivo.