Mercado fechado

Peugeot 207 "brasileiro" sobrevive no Irã com motor dos anos 1990

feedback@motor1.com (Leo Fortunatti)
Peugeot 207 - Irã

Polêmico por aqui, vive ao lado do 206 no Oriente Médio

Se a Peugeot foi feliz com o 206 no Brasil, o mesmo não podemos dizer sobre o 207. Enquanto o mercado esperava o carro original europeu, totalmente diferente do 206, conhecemos um 207 adaptado. A carroceria do 206 recebeu faróis maiores e interior inspirado no irmão europeu, o que não pegou bem. Tanto que, enquanto o 206 foi vendido de 1998 a 2009, o 207 ficou em linha de 2006 a 2014 e com bem menos unidades emplacadas.

Enquanto isso, esperamos o 208

Em agosto deste ano, mostramos o Peugeot 206 ainda produzido no Irã. Porém o país do Oriente Médio também tem o Peugeot 207 que habitou nossas ruas como uma opção mais "moderna", inclusive com os grandes faróis desproporcionais e o motor 1.6 com 8 válvulas que sobreviveu na linha brasileira até o fim dos anos 1990. 

Peugeot 207 - Irã
Peugeot 207 - Irã

Chamado de 207i, é produzido pela Ikco sob licença da Peugeot. Como o 206, é vendido nas variantes hatch e sedã e sempre com o mesmo motor, o 1.6 com 8 válvulas e 105 cv que equipou o 206 por aqui entre 1998 e 2001, quando ainda importado da França e Argentina - a produção local trouxe o 1.6 16v e 1.0 16v como únicas opções. O câmbio é manual de 5 marchas ou automático de 4 marchas.

Entre os equipamentos, ar-condicionado automático e sistema multimídia. Faróis, lanternas e volante são diferentes do que encontrávamos por aqui, sendo que as luzes trazem projetor no farol baixo e LEDs na traseira.