Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.423,35
    -3.547,08 (-9,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Peugeot 2008 x Citroën C4 Cactus: qual é o melhor SUV compacto francês?

·5 min de leitura

Existem alguns preconceitos no mercado automotivo brasileiro que demoram para serem desfeitos. Quem não se lembra, por exemplo, do Fiat Marea? O famoso sedã italiano até hoje rende memes e chegou, por um tempo, a afastar compradores de outros carros da Fiat sem o menor motivo para isso.

E o que dizer dos carros franceses? Vilões para uns, verdadeiros tanques de guerra para outros, esses bólidos têm fãs alucinados e muitos detratores. Aqui, em específico, temos um pouco de desinformação com verdades chatas de serem ditas, como a falta de fornecimento de peças e defeitos crônicos em modelos bem específicos.

Na última década, porém, dois automóveis do antigo grupo PSA (Peugeot/ Citroën) conseguiram acabar um pouco com essa fama entregando aos seus donos muita confiabilidade, tecnologia e desempenho. Estamos falando dos SUVs Peugeot 2008 e Citroën C4 Cactus.

Surfando na onda de compactos predecessores, como o Peugeot 208 e o Citroën C3, esses automóveis tiveram um bom início no mercado e não era difícil ver uma boa quantidade deles nas ruas. Já antigos e hoje dominados por modelos mais novos, esses carros agora precisam de renovações profundas para seguirem brigando no acirrado mercado de SUVs compactos.

Feitos sob a mesma plataforma, ambos os SUVs têm características bem particulares, mas são equipados com o mesmo motor, o incrível THP 1.6 Turbo, que despeja ótimos 173cv. Esse propulsor, desenvolvido pela BMW, ajudou o grupo PSA (hoje Stellantis) a desfazer um pouco da fama ruim dos franceses e conquistou inúmeros fãs.

O Canaltech teve a oportunidade de testar tanto o Peugeot 2008 quanto o Citroën C4 Cactus em suas versões topo de gama, que são justamente equipadas com o THP, e traçou um comparativo para ver qual dos dois SUVs franceses vale mais a pena.

Quem será que vence esse duelo de irmãos de plataforma e motor? É o que vamos ver agora.

1. Design e Acabamento

Aqui há um bom equilíbrio, mas o Citroën leva por uma pequena vantagem. O design de ambos os SUVs é bem bonito e atraente, quase que atemporal. Mas o que faz mesmo a diferença é o interior, onde o C4 Cactus leva com facilidade. O painel, além de mais bem resolvido, utiliza materiais de maior qualidade, como uma faixa de tecido e também soft touch na área cinza.

Interior do Cactus dá impressão de ser mais refinado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Interior do Cactus dá impressão de ser mais refinado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

No caso do Peugeot 2008, mesmo em sua versão especial Skywalker, o plástico duro domina o ambiente.

Vencedor: Citroën C4 Cactus.

2. Conforto

Por mais que sejam feitos sob a plataforma PF1, há uma enorme diferença entre o espaço interno oferecido pelos SUVs. E aqui a vitória é do Citroën C4 Cactus por uma larga vantagem.

A distância entre-eixos do Peugeot 2008 é de 2,53m, semelhante ao do hatch 208, modelo do qual ele se originou. Enquanto isso, o Cactus ostenta ótimos 2,60m, tamanho idêntico ao de modelos como o novo Hyundai Creta.

Distância entre-eixos do Cactus ajuda o espaço interno (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Distância entre-eixos do Cactus ajuda o espaço interno (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Quando adentramos na fileira traseira de bancos, pessoas com mais de 1,80m sofrem no 2008, enquanto no Cactus é possível fazer uma viagem longa sem maiores problemas. Além disso, os bancos do Citroën também são mais confortáveis.

Já na rodagem, o Peugeot leva um pouco mais de vantagem por ter um acerto de suspensão mais voltado ao conforto, não tanto ao dinamismo de comportamento.

Vencedor: Citroën C4 Cactus.

3. Desempenho

Apesar de terem o mesmo motor, os SUVs têm comportamentos completamente diferentes — mas igualmente bons. O motor 1.6 THP despeja o torque em apenas 1400 rpm em ambos os SUVs, além da potência também ser igual: 173cv quando abastecido com etanol.

Apesar de usarem o mesmo motor, os SUVs têm desempenhos diferentes (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Apesar de usarem o mesmo motor, os SUVs têm desempenhos diferentes (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Mas, talvez por uma programação diferenciada no câmbio e os 36 kgs a menos, o Citroën C4 Cactus parece ser mais esperto que seu irmão francês. Isso pode ser sentido ao volante com muita tranquilidade, mas os números não deixam mentir: o Cactus faz um 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, já o Peugeot 2008 demora 8,8s.

Aerodinâmica e peso a mais fizeram diferença para o Peugeot 2008 (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Aerodinâmica e peso a mais fizeram diferença para o Peugeot 2008 (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Mesmo com essa defasagem, o Peugeot 2008 também é um carro ágil e extremamente interessante no uso urbano e rodoviário. Seu formato pouco aerodinâmico atrapalha um pouco o "corte" no ar para dar mais desempenho, mas não é nada que chegue a incomodar.

Aqui a disputa é meramente técnica, pois ambos são excelentes nesse quesito.

Vencedor: Citroën C4 Cactus.

4. Conectividade e Tecnologia

Aqui há um certo equilíbrio, mas os anos a menos de projeto dão vantagem novamente ao Citroën C4 Cactus. Em termos de entretenimento, ambos têm a mesma central multimídia com espelhamento do Android Auto e Apple CarPlay, mas o modelo da Citroën é equipado com alguns itens a mais de segurança.

Lançado após o Peugeot 2008, o C4 Cactus é um pouco mais bem equipado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Lançado após o Peugeot 2008, o C4 Cactus é um pouco mais bem equipado (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

De série, a versão Shine do C4 Cactus 2021 conta com alerta de colisão frontal e o alerta de saída de faixa. Mesmo que sem a ação concreta do carro, que seria a própria frenagem automática e a correção da rota na faixa, já é uma vantagem considerável com relação ao Peugeot.

Vencedor: Citroën C4 Cactus.

5. Custo-Benefício

Por aqui, equilíbrio absoluto, mas também dá Citroën C4 Cactus. O motivo: preço muito parecido e conjunto melhor.

Em sua versão Skywalker, o Peugeot 2008 sai por R$ 121.990, enquanto o C4 Cactus Shine é encontrado por R$ 122.990.

Veredicto

Projetos bem equilibrados e competentes, tanto Peugeot 2008 quanto o Citroën C4 Cactus são produtos bem atraentes e que ajudaram a acabar com o preconceito contra carros franceses no Brasil. Entretanto, o modelo da Citroën leva uma boa vantagem no comparativo direto por ser mais bem equipado e ter desempenho superior, mesmo utilizando o mesmo propulsor.

Mesmo assim, o Peugeot 2008 é um ótimo carro e pode servir muito bem uma família pequena ou um casal que precisa de relativo espaço e muita agilidade no dia a dia.

No final, a escolha é sempre muito pessoal.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos