Petrobras e YPFB aumentarão produção de gás em campo na Bolívia

La Paz, 17 jan (EFE).- A boliviana YPFB e a Petrobras-Bolívia aumentarão o potencial produtivo de gás natural no campo produtivo Itaú (Tarija) para ajudar a cobrir a demanda energética do mercado interno e os compromissos de exportação.

Para isso, e a fim de aumentar a produção de gás natural em 53 milhões de pés cúbicos por dia, as companhias iniciaram em outubro a perfuração do poço Itaú-4 Dirigido, anunciou em comunicado o vice-presidente de Administração, Contratos e Fiscalização da YPFB, Luis Alberto Sánchez.

"O objetivo é desenvolver as reservas de gás nas fraturas da jazida Huamampampa para produzir inicialmente o volume mencionado, equivalente aproximadamente a 1,5 milhões de metros cúbicos por dia", declarou.

O poço Iaú-4 Dirigido é o primeiro com o qual se pretende atravessar os arenitos da jazida Huamampampa em seus diferentes níveis até alcançar uma profundidade final programada de 5.841 metros.

A operação tem uma duração programada de 385 dias e um orçamento de US$ 55 milhões, acrescenta a YPFB. EFE

Carregando...