Petrobras e Vale pressionam Bovespa para baixo

A queda acentuada nas ações de Petrobras e Vale, somada à decepção com o dado sobre a produção da indústria nos Estados Unidos no mês passado, levaram a Bovespa aos níveis mais baixos do dia, com perdas de mais de 1%, já na casa dos 55 mil pontos. Às 13h25, o Ibovespa caía 1,51%, aos 55.427,81 pontos, não muito distante da pontuação mínima do dia, em baixa de 1,60%.

No mesmo horário, os papéis ON e PN da estatal petrolífera caíam 3,28% e 2,68%, respectivamente, enquanto as ações ON e PNA da mineradora cediam 2,57% e 2,67%, nesta ordem. Segundo um operador da mesa de renda variável, essas blue chips já sofrem a influência do vencimento de opções sobre ações, na próxima segunda-feira 919), e também ajustam-se às quedas dos pregões de ontem e do fim da quarta-feira (14) em Nova York.

O profissional acrescenta que também contribui para as perdas locais o sinal negativo vindo de Wall Street nesta sexta-feira, após a queda de 0,4% da atividade industrial norte-americana em outubro, contrariando a previsão de alta de 0,2%. Pouco antes das 13h30, o índice Dow Jones caía 0,17% e o S&P 500 recuava 0,20%.

Carregando...