Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    18.151,53
    +383,48 (+2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Petrobras tem prejuízo líquido de R$1,5 bi no 3º tri

·1 minuto de leitura
Edifício-sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (RJ)
Edifício-sede da Petrobras, no Rio de Janeiro (RJ)

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras reportou prejuízo líquido de 1,5 bilhão de reais no terceiro trimestre, ante lucro de 9 bilhões de reais no mesmo período do ano passado, em resultado afetado por vários itens não recorrentes, como adesão a programa de anistia tributária, informou a petroleira nesta quarta-feira.

Pela projeção da Refinitiv, a Petrobras deveria ter tido lucro de 736 milhões de reais no período.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação ajustado (Ebitda, na sigla em inglês) somou 33,4 bilhões de reais, versus 32,6 bilhões no mesmo período do ano passado.

"Destacamos a aprovação da adesão aos programas de anistia tributária afetando tanto o lucro líquido quanto o Ebitda ajustado, e o prêmio pago na recompra de títulos, que afetou apenas o lucro líquido", disse a estatal.

Excluindo os itens não recorrentes, "teríamos um lucro líquido de 3,2 bilhões de reais", acrescentou a empresa.

Segundo a Petrobras, os ganhos com maiores volumes de vendas de petróleo e derivados e maiores preços do Brent foram mais do que compensados por despesas financeiras.

(Por Gram Slattery e Sabrina Valle; texto de Roberto Samora)