Mercado fechará em 3 h 21 min

Petrobras reduz preço da gasolina em R$ 0,18 vendido às distribuidoras

Corte é de 4,85% (Getty Images)
Corte é de 4,85%

(Getty Images)

  • Petrobras anuncia corte de R$ 0,18 no preço do litro da gasolina vendido às distribuidoras;

  • Mudança começa a valer a partir de amanhã (16);

  • Último barateamento aconteceu em 29 de julho; é o terceiro na gestão de Caio Paes de Andrade.

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira (15), a redução de R$ 0,18 no preço do litro da gasolina vendido às distribuidoras. A partir desta terça-feira (16), o combustível passará de R$ 3,71 para R$ 3,53 por litro, configurando um corte de 4,85%.

Segundo a estatal, "essa redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio", disse em nota.

Esta é a terceira vez que a Petrobras diminui o preço da gasolina durante a gestão do novo presidente, Caio Paes de Andrade. A última aconteceu no dia 29 de julho, quando ficou R$ 0,15 mais barata. Ainda assim, o combustível acumula alta de 14,24% neste ano.

Conforme divulgado pela empresa, a gasolina comercializada nos postos mistura, obrigatoriamente, 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro. Portanto, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,70, em média, para R$ 2,57 a cada litro vendido na bomba.

Vale destacar que os preços dos combustíveis na bomba dependem de vários fatores. Além dos reajustes às distribuidoras, é necessário levar em conta dependência de importação, política de preços adotada, aumento do preço do barril de petróleo, aumento do câmbio (dólar), entre outros. Portanto, a redução adotada pela Petrobras não configura o preço total cobrado dos consumidores.

Na última quinta-feira (11), o diesel também ficou mais barato, após a estatal anunciar corte de R$ 0,22 no litro vendido às distribuidoras – a segunda queda no mês de agosto.